(Dez/2015) - Dispepsia (má digestão)


É uma mudança lenta ou súbita do organismo ao digerir alimentos. A tradução disso é uma sensação de empanzinamento e distensão, provocando grande desconforto, mal-estar indefinido e limitando a ingestão alimentar.

CAUSAS:

LOCAIS (PROXIMAIS): distúrbio no esvaziamento gástrico; pilorite; infecção pela bactéria H. Pylori; úlcera gástrica ou duodenal; hérnia hiatal por deslizamento.

DISTÂNCIA: diminuição das contrações do delgado; prisão de ventre; fisiose (excesso de gases); diverticulose intestinal; íleo paralítico.

Lembrar sempre que o aparelho digestivo é um túnel de cerca de oito metros, e qualquer fator que altere ou modifique esse trânsito acaba afetando o estômago, que é a parte proximal e entrada desse túnel, levando à saciedade precoce.

Ainda: todo o tubo digestivo é protegido por substâncias químicas de alarme que interagem quando qualquer alteração esteja ocorrendo, principalmente na entrada e saída dos alimentos. Assim, quando há prisão de ventre, o intestino secreta um neurotransmissor que é enviado para o estômago avisando: ESTÁ MAL AQUI, vai devagar.

SINTOMAS: má digestão, azia, dor, distensão abdominal, eructações, cefaléia, refluxo gastroesofágico, dor torácica, faringite, tosse.

DIAGNÓSTICO: história, exame físico, exames endoscópicos, pH metria, eletromanometria.

TRATAMENTO: dietético e/ou medicamentoso (antiácidos, antissecretórios, procinéticos).

ORIENTAÇÃO PRÁTICA: não adianta tratar o sintoma (dificuldade no esvaziamento) sem ver as causas proximais ou a distância. Ver o aparelho digestivo como um todo, pois só assim estaremos realmente solucionando esse grande incômodo que é a DISPEPSIA.





sítio bistrô esperança
samy schuh motorcycles
natura_reka.jpg
ipiranga_160_160.jpg
sociedade educacional ramos pinto

© 2019 by Reka Moraes Art Design.

José Figueiredo Penteado  Saúde

Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes e Vargem Grande - RJ    jornal@tipocarioca.com.br   Tel: 55 (21) 2490-0328 / 99124-0185