Quatro dicas fáceis para se maquiar em casa


Você tem dificuldade para fazer a maquiagem sozinha? Tem uma festa de casamento ou um aniversário, mas não sabe como e quais produtos usar? Essa é uma dúvida recorrente, e muitas mulheres enfrentam problemas ao tentar fazer a maquiagem sem conhecer as diversas técnicas existentes nesse universo de cores e texturas.

A especialista Rebeca Neves descobriu na maquiagem uma forma de trabalhar e realizar seus sonhos ao mesmo tempo. “Minha paixão pela maquiagem começou, aproximadamente, há cinco anos. Percebi uma forma de realçar a beleza natural das mulheres e acabei me encantando pelo seu resultado. Pelo seu poder de elevar a autoestima e de fazer a mulher se sentir mais bonita e poderosa. E, o mais importante, ver a beleza interior de cada uma aflorar – isso é o mais gratificante”, revela.

Partindo desse princípio, a profissional separou quatro dicas simples para fazer maquiagem em casa sem muito esforço.

1. Você sabe as funções que um primer tem na pele? A maquiadora conta que o primer é importante, não só para a durabilidade da maquiagem, mas também para fechar os poros da face. Sua aplicação é muito simples. Primeiro, distribua uma quantidade suficiente para toda a face. Depois, espalhe com pincel específico ou com os próprios dedos.

2. O mercado da maquiagem apresenta mil e uma maneiras de esconder as imperfeições, como olheiras, acne, manchas de sol, entre outras, através do corretivo. Existem, aliás, várias cores diferentes, uma para cada função. Mas uma dúvida corriqueira das mulheres é: como passar o corretivo? Aplica-se corretivo em possíveis manchas do rosto e embaixo dos olhos. No último caso, para esconder olheiras é importante fazer um triângulo abaixo dos olhos e espalhá-lo (de preferência) com um pincel. O indicado é escolher um corretivo de cobertura média a alta, de um a dois tons mais claros que sua tonalidade.

3. Você já ouviu falar que usar o lápis dentro do olho deixa o olhar menor, não é? Para ter o efeito contrário e realçar o olhar, a dica é passar duas camadas de lápis e/ou delineador. Essa camada extra realça os olhos e proporciona um olhar mais marcante.

4. A maioria das mulheres sente dificuldade em colar cílios postiços, pois é uma das tarefas que mais exige coordenação e delicadeza na hora de se maquiar. Segundo Rebeca, o primeiro passo é cortar o par de cílios no tamanho de seu olho. Em seguida, passar uma cola de qualidade nos cílios postiços, jamais na pálpebra rente aos cílios naturais. Esperar de 30 segundos a um minuto, para a cola secar parcialmente e adquirir aderência. Aplicar os postiços nos olhos com uma pinça ou com os dedos. Usar curvex para juntar os cílios naturais aos postiços. Passar rímel.




Segurança em condomínio: moradores devem fazer a sua parte


Quando se fala de segurança em condomínios, as primeiras imagens que vêm à cabeça são de aparelhos tecnológicos e a equipe de portaria e de garagem. Mas, muitas vezes, esses aparatos todos podem simplesmente não funcionar, por causa da falta de comprometimento de alguns moradores, que ignoram as atitudes que promovem a segurança preventiva. Os condôminos são peças-chave que envolvem toda a movimentação do conjunto residencial de casas ou apartamentos. Por isso, precisam ter: responsabilidade ao se identificar corretamente na entrada e saída, anunciarem o recebimento de encomendas e fast-food, avisarem antecipadamente a vinda de visitantes e o cadastramento de diaristas, prestadores de serviço, entre outros. Para evitar invasões e assaltos, é necessário atenção, precaução e cumprimento das regras condominiais.

Avisar a portaria sobre possíveis movimentações de entradas e saídas pessoais (de interesse próprio) é o mínimo que se pode fazer. Algumas regras são básicas, como não autorizar a subida de entregadores, sempre indo até a portaria para pegar os seus pedidos; não autorizar a subida de nenhum prestador de serviço que não tenha sido requisitado previamente, bem como pessoas estranhas, vendedores e funcionários de instituições de caridade.

Mesmo que alguns destes passos exijam um certo “trabalho” aos condôminos, como a identificação com documentos de babás e diaristas, elas são medidas essenciais para verificar a autenticidade e veracidade das informações, não colocando seus moradores em risco. Ao entrar na garagem, sempre estar atento se não há algum suspeito observando e trancar o veículo, sem objetos dentro. Aos que residem no 1º e 2º andares de prédios, geralmente é recomendado um cuidado especial nas varandas e áreas de acesso.

Com o auxílio dos moradores, a ação dos porteiros – que já é fundamental – poderá ficar ainda mais eficiente. Mas sempre é bom salientar que um condomínio não pode contratar qualquer tipo de funcionário para funções de segurança preventiva. O porteiro precisa ser treinado, pois, apesar de não poder utilizar artefato de fogo, ele tem a importante tarefa de inibir furtos e assaltos. Na maioria dos casos, a falha está justamente no momento da averiguação ou liberação de visitantes e prestadores de serviços. Por isso, alertar condôminos quanto às atitudes irresponsáveis e investir em treinamento e tecnologia vale a pena. Há empresas de serviços terceirizados com experiência na gestão e preparação de profissionais capacitados para agir e evitar situações desagradáveis.

Assim, o condomínio não precisa se preocupar com a ausência de funcionários. Com a terceirizada, outro deverá cobrir o plantão, com a mesma qualidade de serviço. O prédio não precisa fazer o processo de seleção e treinamento dos funcionários e deixa esses encargos ao cuidado e supervisão da empresa que vai aplicar rotinas próprias para tanto, gerando mais segurança e trabalho de melhor qualidade.

No entanto, a ação da portaria se deve justamente à disciplina e regras que devem ser seguidas e respeitadas pelos condôminos. A colaboração deles é primordial e fundamental para a segurança do condomínio e a vida tranquila em um ambiente familiar.

Artigo de: Amilton Saraiva, especialista em condomínios da GS Terceirização www.gsterceirizacao.com.br




Principais chances de ouro do Brasil na Rio-2016


ATLETISMO – No esporte que oferece o maior número de medalhas nos Jogos Olímpicos, as chances de o Brasil ir ao pódio são grandes. As atenções estão voltadas para a campeã mundial e pan-americana Fabiana Murer, no salto com vara; o bicampeão mundial indoor Mauro Vinícius da Silva, o Duda, no salto em distância; e Marilson dos Santos, quinto colocado em Londres 2012 na maratona e nas provas de revezamento 4x100m.

FUTEBOL – O esporte mais popular do país ainda busca um título inédito: o ouro nos Jogos Olímpicos. E nada melhor do que conquistá-lo em casa, no Maracanã, diante da torcida brasileira. A equipe masculina, que deverá ser liderada pelo craque Neymar, chegou perto em Los Angeles 1984, Seul 1988 e Londres 2012, quando ganhou a prata. O time feminino, que tem Marta como estrela, também alcançou a segunda posição em Atenas 2004 e Pequim 2008.

GINÁSTICA ARTÍSTICA – Arthur Zanetti conquistou o primeiro ouro da ginástica artística brasileira em Londres 2012, na prova das argolas. E o feito tem tudo para se repetir em 2016. O brasileiro vem mantendo bons resultados, com o ouro no campeonato mundial de 2013 e a prata em 2014. Diego Hypólito, dono de dois ouros no solo do campeonato mundial, e Sérgio Sasaki, primeiro brasileiro a chegar a uma final no individual geral nos Jogos Olímpicos, em Londres 2012, também são fortes candidatos ao pódio.

HANDEBOL – A seleção feminina de handebol é a atual campeã mundial do esporte. Conquistou o título inédito em 2013 e espera manter a boa fase, para superar a campanha dos Jogos Londres 2012, quando ficou em sexto lugar, sua melhor colocação na história. O time conta ainda com Alexandra Nascimento e Duda Amorim, eleitas as melhores jogadoras do mundo em 2012 e 2014, respectivamente.

JUDÔ – O esporte, que já deu 19 medalhas olímpicas ao Brasil, tem grandes chances de superar a marca de Londres 2012, quando o país subiu ao pódio quatro vezes. Além de contar com a campeã Sarah Menezes e com os três medalhistas de bronze da última edição olímpica – Felipe Kitadai, Mayra Aguiar e Rafael Silva –, a equipe deposita suas fichas em Rafaela Silva, primeira brasileira campeã mundial, e Tiago Camilo, dono de uma prata e um bronze olímpico.

MARATONAS AQUÁTICAS – No feminino, o Brasil conta com duas das melhores nadadoras do mundo, na prova olímpica de 10km – Poliana Okimoto e Ana Marcela Cunha, que conquistaram o ouro e a prata, respectivamente, no campeonato mundial de 2013, em Barcelona. Poliana levou também o bronze nas duas últimas edições dos Jogos Pan-Americanos, em 2007 e 2011. No masculino, o principal nome é Allan do Carmo, campeão da Copa do Mundo de 2014.

NATAÇÃO – O esporte tem tradição de levar o Brasil ao pódio nos Jogos Olímpicos – até Londres 2012, foram 13 medalhas arrebatadas. No ano passado, os nadadores brasileiros se destacaram, ao colocar o país no topo do quadro de medalhas do mundial de piscina curta, com dez medalhas, sendo sete de ouro. Cesar Cielo, campeão olímpico nos 50m livre em Pequim 2008, bronze em Londres 2012 e tricampeão mundial na mesma prova, é um dos grandes destaques.

VELA – É o esporte dos dois recordistas de medalhas olímpicas do país: Torben Grael e Robert Scheidt, com cinco cada um. Enquanto Grael é o técnico da equipe brasileira, Scheidt segue competindo na classe laser e lutará por mais um pódio em 2016. Martine Grael e Kahena Kunze, campeãs mundiais na classe 49er Fx e eleitas as melhores velejadoras do mundo em 2014, também são esperanças de medalha, assim como Jorge Zarif, campeão mundial da classe Finn, e Ricardo Winicki, o Bimba, campeão mundial e bicampeão Pan-americano da classe RS:X.

VÔLEI – Bicampeã olímpica, a seleção feminina pode atingir, nos Jogos Rio-2016, a marca de Cuba, conquistando o terceiro título seguido. A equipe é comandada por José Roberto Guimarães, técnico campeão olímpico com a seleção masculina, em Barcelona 1992, e conta com as bicampeãs Sheilla, Fabiana e Jaqueline. No masculino, o time de Bernardinho chegou às últimas três finais dos Jogos Olímpicos – levou o ouro em Atenas 2004 e a prata em Pequim 2008 e Londres 2012.

VÔLEI DE PRAIA – Desde a estreia do esporte nos Jogos, em Atlanta 1996, o vôlei de praia sempre trouxe medalhas para o Brasil – são 11 no total. E, nas areias de Copacabana, o país será mais uma vez favorito ao ouro. No masculino, Ricardo e Emanuel, campeões em Atenas 2004 e medalhistas de bronze em Pequim 2008, estarão em ação juntos novamente. No feminino, Juliana e Larissa, que conquistaram o bronze em Londres 2012 e o título mundial de 2011, vão jogar com novas parceiras – Juliana formará dupla com Maria Elisa; Larissa, com Talita.




Sete alimentos que não podem faltar na sua cozinha


A rotina corrida da maioria das pessoas deixa pouco tempo para preparar as refeições em casa. Por isso, cardápios rápidos e práticos acabam ganhando espaço, e os ingredientes versáteis se tornam indispensáveis. Pensando nisso, a chef Natalia dos Santos elege os sete alimentos que não podem faltar na sua cozinha. Confira!

1 - Amido de milho

Versátil, o amido de milho pode ser usado em receitas doces ou salgadas. O ingrediente deixa bolos mais fofinhos, dá leveza e crocância aos biscoitos, e até engrossa molhos e caldos.

2 - Caldos

Para quem possui um dia corrido e pouco tempo ou disposição para cozinhar, os caldos ajudam a deixar a comida mais saborosa e podem ser usados como ingredientes no preparo de diversos alimentos, como arroz, sopas, risotos e carnes.

3 - Frutas

Ricas em fibras, vitaminas e minerais, as frutas são ótimas opções para a hora da fome. Práticas, podem ser consumidas também na forma de sucos, vitaminas ou saladas de frutas. Uva, maçã, pera e banana são ótimas opções para sempre ter em casa.

4 - Legumes e verduras

Essenciais em uma alimentação equilibrada, possuem fibras, vitaminas e minerais. Algumas hortaliças, como a cenoura e o brócolis, podem ser pré-cozidos e congelados em porções pequenas, para serem utilizados aos poucos. Legumes e verduras podem ser consumidos crus, como saladas, ou cozidos, como acompanhamento de pratos. Para facilitar no momento do preparo, guarde-os sempre higienizados.

5 - Leite

Fonte de proteína e cálcio, o leite pode ser consumido acompanhado de cafés, batido com frutas ou puro, além de ser utilizado em receitas doces e salgadas.

6 - Maionese

Ingrediente versátil, a maionese pode ser utilizada de diversas maneiras para o preparo de uma refeição rápida, como sanduíches, molhos para saladas e entradas. O ingrediente também pode ser utilizado para pratos como macarrão, bife e arroz cremoso.

7 - Ovos

Alimento prático na culinária, o ovo está presente em muitas sobremesas, como bolos, tortas e mousses, e no preparo das refeições principais, seja ele cozido ou na forma de omelete.




Dicas para melhorar a qualidade de vida do idoso


A revolução demográfica do Brasil atesta que o número de pessoas acima de 60 anos cresceu e hoje representa cerca de 10% da população, com tendência a aumentar ainda mais. De acordo com o IBGE, 50% dos habitantes estão na fase adulta, e a taxa de fecundidade despencou de seis para um filho por mulher brasileira. Diante desse fato, políticas públicas estão sendo revistas, como a previdência e a melhoria de vida para esses idosos, que têm perspectiva de longevidade.

Pensando nisso, o especialista em esterilizadores Felipe Prado elaborou cinco dicas que podem ser adotadas pelos idosos, para ajudar a melhorar a rotina e trazer um dia a dia mais saudável e feliz:

– Tome de seis a oito copos de água e/ou sucos de frutas por dia. Isso o manterá hidratado e limpará impurezas do corpo;

– Faça amigos, converse; enfim, socialize-se. De acordo com uma pesquisa da Harvard University sobre felicidade humana, pessoas que se relacionam são mais felizes. A ação reuniu mais de 250 pessoas e acompanha suas vidas há 70 anos;

– Tome a vacina da gripe e tenha um esterilizador de ar em casa. Ele elimina os ácaros, bactérias e fungos que contribuem para as doenças respiratórias;

– Leia! A leitura mantém o cérebro ativo, e você só terá benefício; isso pode evitar ou retardar o aparecimento de doenças neurológicas;

– Consulte um psicólogo. A terapia ajuda o ser humano a se conhecer e compreender melhor a vida diária. Não há idade para isso.




Dicas de segurança para usar o pisca-pisca no natal


O Natal se aproxima, e as casas já começam a entrar no clima natalino, com enfeites próprios da época. Porém o famoso pisca-pisca, que tanto encanta, pode se tornar perigoso, se não for utilizado da maneira correta. Para evitar acidentes, algumas dicas de dispositivos e certos cuidados podem ajudar.

As instalações malfeitas ou desgaste do material isolante podem causar a fuga de corrente, que é ocasionada pela falha no isolamento dos circuitos. Muitas vezes, o disjuntor não é suficiente para proteger a instalação, pois não identifica que existe um roubo de energia. Além disso, sua proposta é a proteção contra sobrecarga e curto-circuito.

Para o engenheiro elétrico Ricardo Martuchi, todo cuidado é pouco, e a atenção deve ser redobrada. “O IDR, Interruptor Diferencial Residual, é um dispositivo capaz de detectar a fuga de corrente, evitando o consumo excessivo de energia ou de possíveis acidentes, como choque elétrico ou incêndio, causado por faíscas ou pelo aquecimento do circuito das pequenas lâmpadas de Natal”, explica.

Sabemos que as luzes dão aquele toque final na decoração, mas, se não houver todo cuidado, elas podem causar um pequeno incêndio, que, em poucos minutos, pode se transformar em algo de grande proporção. Além disso, se forem utilizadas em ambientes expostos à umidade, podem causar choque elétrico. “Água e eletricidade não combinam, é importante que as pessoas tenham isso em mente”, finaliza Martuchi.

Especialista em decoração de Natal, a decoradora Cecilia Dale conta que o primeiro item da árvore natalina é a colocação das luzinhas, para evitar que os fios apareçam por cima dos enfeites. Isso também garante que a árvore fique iluminada “por dentro” e dá um efeito especial. Entretanto, ela ressalta que é preciso ter cuidados nesta hora.

“Antes de começar a montar o pinheiro, prenda um filtro de linha com um lacre no tronco da árvore. Em seguida, monte a camada de galhos da parte inferior da árvore e, só depois, coloque as lâmpadas. E nunca emende mais do que três cordões de lâmpadas consecutivos, pois poderá queimar todos e acarretar um curto elétrico. Engate cada grupo de três cordões em uma das tomadas (conexões) do filtro de linha. Para finalizar, não se esqueça de proteger o piso, colando feltro autoadesivo nos pés da árvore”, explica.




Truques para usar o SPOTIFY


Preparamos uma lista com algumas dicas e truques que ajudam você a aproveitar o Spotify de forma plena. O Spotify, serviço que figura entre os principais nomes do mundo, quando se fala em streaming de áudio, se encaixa muito bem neste exemplo. Sem se aprofundar muito em seus vários detalhes, você consegue usufruir da ferramenta, de forma totalmente satisfatória, e é possível obter mais dele. Aqui estão detalhes que vão do básico ao avançado; então, fique de olho e aprenda tudo:

1. Use o Spotify direto do desktop – Se você usa o Spotify, pagando por isso ou não, provavelmente deve acessar a URL play.spotify.com, que o leva ao player da web. Porém, além de aplicativos para plataformas mobile, o serviço de streaming também conta com versões para desktop – e elas são compatíveis com Linux, Mac e Windows. Para baixar o instalador, basta acessar a página de download. Ela redireciona automaticamente para a seção específica do seu sistema operacional. Depois, basta fazer login e usar o aplicativo diretamente do desktop, sem precisar abrir o navegador para ouvir suas músicas;

2. Controle a reprodução de forma prática – Ao instalar o Spotify em seu computador, é possível acessar rapidamente o controle de reprodução. No Windows (7, 8 ou 10), basta posicionar o cursor do mouse sobre o ícone da janela aberta na Barra de Tarefas do sistema operacional. No Linux ou no Mac, basta abrir o menu de controle de som do sistema, normalmente localizado junto ao relógio. Ali, você pode iniciar ou interromper uma reprodução, bem como avançar ou retroceder as faixas sendo executadas. Bem mais fácil, né?;

3. Inicie uma sessão privada, para não compartilhar o que você está ouvindo – O Spotify tem uma pegada de rede social, pois aqui é possível seguir amigos (e ser seguido por eles). Assim, todo mundo fica antenado naquilo que todo mundo está ouvindo, uma boa maneira de conhecer novas músicas por meio das recomendações da sua turma. Entretanto, se há alguns momentos em que você simplesmente não quer que ninguém saiba o que está escutando – ou se deseja manter a sua privacidade para sempre, independentemente dos motivos –, basta ativar uma sessão privada do Spotify. Para isso, clique sobre o botão com o seu nome, presente no canto superior direito da tela, para acessar um novo menu. Ali, basta clicar sobre “Sessão privada”. A partir de então, ninguém mais vai saber o que você está escutando;

4. Descubra novas músicas para ouvir por meio das playlists oficiais do Spotify – Um dos recursos mais legais dos serviços de streaming de música chama-se “listas de reprodução”. Isso porque essas playlists oferecem a possibilidade de conhecer sons novos, especialmente os criados pela curadoria de cada ferramenta – e o Spotify é uma das referências nesse sentido. Então, ao acessá-lo pelo site ou pelo aplicativo, navegue pelas abas dispostas na tela inicial. Ali, cada menu vai apresentar uma série de dicas bem interessantes nas quais você deverá ficar ligado. Além disso, existem seleções bem específicas, de acordo com o que você procura (como músicas para malhar, para se concentrar, para estudar, para dormir, sons da natureza e por aí vai);

5. Use o aplicativo do Spotify como player de música padrão no PC – Se você instalou o aplicativo do Spotify em um computador, aproveite para usá-lo como reprodutor de música padrão da sua máquina. Isso pode ser útil, por alguns motivos: dispensa a necessidade de outro programa para escutar os arquivos que você baixou no PC e que não estão disponíveis no Spotify; permite fazer scrobbler para o Last.fm e deixa tudo mais organizado. Para fazer isso, basta acessar a opção “Arquivos locais”, presente no menu à esquerda da tela, e indicar em qual pasta do disco estão todas as suas músicas. Ele vai levar um tempo até encontrar e organizar tudo, porém, depois de feito, é só navegar por ali e selecionar as músicas que você quer ouvir;

6. Cante junto – Uma das funções mais bacanas do Spotify é a exibição das letras das músicas como em um karaokê. Com essa função, você acompanha as frases ditas pelo vocalista no instante em que isso é feito, podendo soltar a voz junto com seus artistas favoritos. Para fazer isso, basta clicar sobre a opção “Letra”, presente no painel de controle do aplicativo, e então o “modo karaokê” é ativado. Depois, é só mostrar todo o seu talento de cantor;

7. Crie listas de reprodução coletivas com os seus amigos – Outra função divertida do Spotify é a possibilidade de criar listas de reprodução coletivas com seus amigos. Isso é bem simples e pode render bastante, pois é também uma maneira interessante de conhecer novas músicas. Para isso, selecione a lista que se tornará colaborativa e clique sobre ela com o botão direito do mouse. Depois, clique em “Playlist colaborativa” e pronto. Em seguida, basta compartilhar a lista com seus amigos e pedir que adicionem mais músicas ali;

8. Compartilhe suas playlists – Acabou de criar uma lista de reprodução e quer que ela ganhe o mundo? O Spotify deixa você fazer isso de um jeito bem simples. Abra a playlist e clique sobre o botão em forma de três pontos, ou então apenas clique com o botão direito do mouse sobre ela. No menu que se abre, clique em “Compartilhar”. Agora, selecione se você quer mandar a lista para todos os seus seguidores do Spotify (opção “Postar para todos os seguidores") ou apenas para algumas pessoas em específico (opção “Mandar para”). É possível digitar uma breve descrição sobre a playlist em questão e também replicar a sua postagem nas redes sociais (Facebook, Twitter e Tumblr).




Como reforçar a higiene, para combater doenças no outono/inverno


Por Amilton Saraiva, especialista em condomínios da GS Terceirização

Com a chegada do outono e do inverno, as temperaturas caem e o clima fica mais seco, o que propicia a incidência de doenças, como gripes comuns, a influenza A (H1N1), resfriados e alergias. Normalmente, a transmissão de vírus acontece por meio de tosse ou espirros das pessoas infectadas, ou por levar as mãos, sem lavá-las, aos olhos, ao nariz ou à boca, após contato com superfícies contaminadas.

Para evitar a friagem, mais frequente nessas estações, é comum as pessoas preferirem locais fechados, o que resulta em aglomerações e, consequentemente, no contágio por vírus. Para impedir a contaminação, a higiene pessoal deve ser redobrada, mas ela não é suficiente para combater os monstros invisíveis. Nos condomínios residenciais e comerciais, por exemplo, há grande circulação de pessoas, em todas as áreas úteis e comuns. Com isso, aumenta a probabilidade de contaminação por algumas doenças.

Mas, como viver tranquilamente e sem medo de contrair um vírus, ao tocar em corrimões, botões de elevadores e maçanetas das portas dos condomínios? E como confiar a limpeza de um local extenso e de trânsito intenso de pessoas a quem não é especializado nesse tipo de trabalho?

Para locais de grande circulação, como nos condomínios, é recomendável a contratação de serviços profissionais, em que as pessoas encarregadas da limpeza tenham conhecimento sobre a melhor forma de higienização e da frequência ideal para o serviço. Para isso, o mais indicado é a contratação de empresas especializadas, que trabalhem com terceirização e ofereçam serviços de limpeza para pequenos, médios e grandes condomínios, tanto residenciais como comerciais. E, para garantir o bom resultado, tais profissionais devem possuir encarregados que fiscalizem se o trabalho está sendo desenvolvido de acordo com as instruções.

De qualquer forma, cuidar da limpeza é crucial em todos os lugares. Ter um ambiente sempre limpo e bem cuidado mantém não só uma boa aparência, como também afasta insetos e ainda evita o perigoso aedys aegypti – que transmite, além da dengue, a febre chikungunya e o vírus zica – e não tem época restrita para se proliferar, já que nosso país é tropical. Entre as recomendações, estão: recolher o lixo exterior no mínimo uma vez por dia, lavar cestos e latas de lixo sempre que possível e eliminar locais propícios ao acúmulo de água parada. Medidas como essas afastam o mau cheiro e evitam a proliferação de ratos e insetos nas áreas condominiais. É recomendada ainda a limpeza de áreas de lazer, como salões de festas, parquinhos e playgrounds.




Como usar o Whatsapp no computador


O WhatsApp para computador funciona com o navegador Google Chrome no PC e é compatível com as versões do aplicativo para smartphones Android, Windows Phone e BlackBerry – e apenas não chegou para iPhone por restrições técnicas do próprio iOS. Com ele, é possível enviar e receber mensagens mesmo quando você estiver distante do seu celular.

Passo 1. Certifique-se de que o seu telefone e o computador estão conectados à mesma rede Wi-Fi e que você possui a última versão do WhatsApp Messenger instalada no telefone.

Feito isso, abra o Google Chrome em seu computador e acesse o site web.whatsapp.com;

Passo 2. No celular, abra o WhatsApp e selecione o menu no canto superior direito da tela. Em seguida, escolha “WhatsApp Web” e faça a leitura do código QR que é exibido na tela do computador;

Passo 3. Abra o WhatsApp e selecione o botão “…”, no canto inferior direito da tela. Em seguida, escolha “whatsapp web” e faça a leitura do código QR que aparece na tela do seu computador;

Passo 4. Agora, os seus contatos e conversas serão espelhados no computador, e você poderá usá-lo para enviar e receber mensagens, incluindo fotos, vídeos e também áudios. Para isso, use o botão em formato de clipe (anexo) no canto superior direito da tela, para escolher uma imagem no computador ou tirar uma foto usando a webcam. Você também pode gravar mensagens de voz, clicando sobre o ícone do microfone, à direita do campo de texto, como se faz no smart;

Passo 5. Para visualizar informações sobre o contato com o qual está conversando, basta clicar sobre o nome ou a foto, logo acima da conversa. Dessa forma, você terá acesso à foto ampliada, status e número de telefone do contato;

Passo 6. Caso queira visualizar as informações do seu perfil, clique sobre a sua foto, no canto superior esquerdo da página. A foto do seu perfil e mensagem de status, no entanto, não podem ser alteradas através do navegador;

Passo 7. Você pode iniciar uma nova conversa, digitando o nome do contato no campo de busca logo acima das conversas atuais. Outra forma de fazer isso é clicando sobre o ícone à direita da sua foto de perfil, para acessar a lista de contatos;

Passo 8. Para configurar as notificações do WhatsApp no computador, clique sobre o segundo botão à direita da sua foto de perfil e, no menu que aparece, clique em “Notificações”. Em seguida, faça os ajustes desejados e clique em “OK”;

Passo 9. Por fim, caso você queira sair do WhatsApp no computador, volte ao menu do passo anterior e clique em “Sair”. Feito isso, o computador não estará mais autorizado a usar o seu WhatsApp para enviar e receber mensagens. Para voltar a usá-lo, repita o procedimento descrito no início.

Pronto! Com essas dicas, você poderá conversar com seus contatos e grupos do WhatsApp, usando todo o conforto e praticidade que a tela maior e o teclado físico do computador oferecem.




Como tirar print do Snapchat sem que ninguém saiba


O Snapchat é um aplicativo onde muitas pessoas compartilham segredos e imagens que não postariam em outras redes sociais, por dois motivos: o conteúdo se “autodestrói” e existe um sistema que envia alertas quando algum usuário tira um screenshot (print) do que recebeu, seja foto ou mensagem.

Snapchat cria URLs personalizadas para usuários; veja como fazer.

Mas, há um jeito para burlar a proteção e fazer as capturas de tela sem que ninguém saiba. Confira no tutorial a seguir como tirar as screenshots e evitar que o outro usuário receba notificação.

Passo 1. Vá ao menu de mensagens recebidas e abra a foto ou conversa de onde deseja fazer a captura de tela;

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone.

Passo 2. Ative o modo avião do celular. Este é o “grande truque". Quando alguém faz isso, se desconecta da internet e assim o Snapchat não pode enviar o alerta de que a captura de tela foi feita;

Passo 3. Volte para a tela da mensagem e tire o print. Você pode receber a notificação quando fizer a screenshot (print), mas isso é normal. O alerta aparece apenas para você, ou seja, o aviso não será enviado;

Passo 4. Feche o app e desligue o modo avião para reativar sua conexão de dados ou seu Wi-Fi.

Como mencionado, o outro usuário nem vai saber que você tirou o print, porque no Snapchat não chegará nenhum alerta.




Cinco truques do WHATSAPP


1. Como enviar mensagens ou arquivos para mais de um contato – Todo mundo já recebeu aquele vídeo legal e quis mandar para vários amigos, ou convidar a galera para o churrasco, em uma mensagem só. Para isso, você não precisa criar um grupo e ficar atormentando a vida de todo mundo com todas as respostas. Para enviar uma mensagem para mais de uma pessoa, siga os passos abaixo:

- Clique nos três pontos da parte superior da tela;

- Clique em Partilhar mensagem;

- Adicione os contatos que deverão receber a mensagem;

- Escreva uma mensagem ou adicione um arquivo;

- Clique em enviar.


2. Acesse o WhatsApp pelo computador, sem baixar nada – Não é necessário baixar o WhatsApp no seu computador. Você pode usar o WhatsApp Web, que é muito mais fácil e não ocupa espaço no computador. Basta acessar o site do aplicativo, conectar o WhatsApp do seu dispositivo clicando nos três pontinhos no canto superior direito da tela, selecionar WhatsApp Web, usar o escâner de código QR através da sua câmera e, voilá, você está conectado.

3. Arquive todas as suas mensagens – Se você não quer perder uma conversa importante, mas também não quer que ela fique na sua página principal, pode arquivá-la. Para isso, faça um clique longo na conversa e em Arquivar. Para desfazer a ação, é só ir ao final da sua lista de conversas e clicar em conversas arquivadas; faça um clique longo, desarquivar conversa, voltar à página principal.

4. Envie suas conversas por e-mail – Para enviar o histórico de mensagens do seu WhatsApp para um e-mail, abra a conversa, clique nos três pontinhos na direita superior da tela, selecione a opção Mais. Depois, escolha enviar conversa por e-mail. Em seguida, escolher se quer enviar com fotos e vídeos ou não. E, por último, enviar.

5. Como programar mensagens automáticas – Graças ao aplicativo Seebye Scheduler, é possível programar mensagens automáticas no WhatsApp, para que sejam enviadas na hora em que quiser e ao destinatário escolhido.




Cuidados após fazer a cirurgia do momento, a BICHECTOMIA


O Brasil é conhecido mundialmente por suas mulheres lindíssimas. O povo brasileiro é considerado um dos mais vaidosos do mundo, além de, atualmente, ocuparmos as primeiras posições nos rankings globais de consumo de cosméticos. Em termos de cirurgia plástica no rosto e no abdômen, como a rinoplastia e a lipoaspiração, o Brasil já desbanca, inclusive, os Estados Unidos. No entanto, um procedimento que vem sendo muito utilizado pelas atrizes hollywoodianas, mas que ainda engatinha no Brasil, é a bichectomia.

Bichectomia é uma intervenção cirúrgica que retira, total ou parcialmente, as duas bolsas de gordura presentes em cada lado da boca, entre o maxilar e a mandíbula, chamadas de bolas de Bichat. De caráter puramente estético, esse tipo de cirurgia plástica tem o intuito de afinar a parte de baixo da face e queixo, e também realçar as maçãs do rosto. Celebridades conhecidas por aderirem a esse procedimento são Angelina Jolie, Megan Fox e Kim Kardashian.

O cirurgião buco-maxilo-facial dr. Bruno Chagas, do Centro de Deformidades da Face, alerta para os cuidados específicos que essa cirurgia requer: “Assim como todo procedimento cirúrgico, há uma série de precauções, principalmente para o pós-operatório. No entanto, a bichectomia tem algumas especificidades”, comenta.

1- Utilização de faixa compressiva. “Além de conter o edema e prevenir hematomas, faz o tão desejado contorno facial”, explica o cirurgião.

2- Aplicação de gelo. “O gelo deve ser aplicado ao final do procedimento. Neste momento, como haverá grande quantidade de mediadores químicos para uma inflamação e reparo tecidual, o gelo atua como vasoconstritor, promovendo até mesmo a hemostasia”, diz.

3- Utilização de medicação. “Tudo o que for prescrito pelo médico, tem por objetivo diminuir a dor e prevenir infecção. Sempre cumpra o horário dos medicamentos”, alerta o dr. Chagas.

4- Evite esforços com os músculos da face (mímica, fala e mastigação).

5- Repouse em uma posição de 90 graus, ou seja, dois travesseiros nas costas, nunca deite a 180 graus.

6- Siga a dieta prescrita pelo seu cirurgião.

7- Faça, ao menos, seis sessões de drenagem facial. “Sempre com um profissional especialista em pós-cirúrgico”, ressalta o cirurgião.

Ainda de acordo com o especialista em cirurgias na face, a bichectomia não é indicada para todo mundo “Se a pessoa já tem o rosto fino, essa cirurgia pode dar uma aparência mais envelhecida, principalmente se a retirada das bolas de Bichat for total. Ela é indicada somente para quem tem o rosto mais cheinho e bochechas protuberantes, e ainda assim, não é muito adequado que sejam retiradas totalmente, para não causar arrependimento”, finaliza o cirurgião.





sítio bistrô esperança
samy schuh motorcycles
natura_reka.jpg
ipiranga_160_160.jpg
sociedade educacional ramos pinto

© 2019 by Reka Moraes Art Design.

Dicas  De Um Tudo

Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes e Vargem Grande - RJ    jornal@tipocarioca.com.br   Tel: 55 (21) 2490-0328 / 99124-0185