(Jun/2016) - Práticas ecumênicas


Ecumenismo, movimento que visa à unificação das igrejas cristãs, a aproximação, a cooperação, a busca fraterna da superação das divisões entre as diferentes igrejas.

Um movimento entre diversas denominações cristãs na busca do diálogo e cooperação comum, buscando superar as divergências históricas e culturais, a partir de uma reconciliação cristã que aceite a diversidade entre as igrejas. Vai além das diferenças geográficas, culturais e políticas entre diversas igrejas.

Na prática, porém, o movimento compreende diversas religiões, inclusive aquelas não cristãs. O ecumenismo procura estabelecer boas relações de amizade entre pessoas e igrejas diferentes. Realiza trabalhos em conjunto, para ajudar os necessitados e lutar por justiça. Efetiva celebrações e orações em conjunto para causa da unidade, e concretiza estudos sobre as doutrinas das várias igrejas, em busca de métodos novos para tratar as divergências.

No período de formação da Igreja, uma de suas principais características era a união, a solidariedade e o amor fraternal, porém, ao longo dos séculos, esse ideal foi se desintegrando. A grande divisão teve início entre cristãos latinos e gregos, que teve seu cume no século XI. Mais tarde, no século XVI, houve a separação entre católicos e protestantes; em seguida, outras divisões foram surgindo ao longo da história.

É da natureza do ecumenismo ser democrático e desafiar todo e qualquer tipo de estruturas autoritárias. Um dos seus grandes desafios, portanto, é reconhecer que ele não se esgota nas instituições eclesiásticas.

O Ecumenismo Irrestrito prega o perfeito relacionamento entre todas as criaturas da Terra. O Ecumenismo Total preconiza a fraterna aliança da Humanidade da Terra com a do mundo espiritual superior e com qualquer civilização que possa haver no Espaço. Um dos aspectos básicos da espiritualidade ecumênica está relacionado ao ecumenismo de nossas relações e reflexões. Não um ecumenismo limitado, formal ou superficial que busca, somente, uma relação amistosa entre algumas religiões. Devemos buscar um verdadeiro encontro com o divino que habita em todos os seres, independentemente do credo, da raça, da etnia e do gênero. Deus não é exclusivo de qualquer religião, ele é universal, é infinito, é de todos, estando presente em todos os tempos e em todos os lugares. Não devemos tentar limitar o ilimitado, definir finitude ao que é infinito, buscar a apropriação de Deus, universal e infinito, aprisionando-o em uma única religião ou grupo religioso. Irmanados com todas as religiões que professam e vivem o amor de Deus e aos seres, compartilhando, refletindo e exercitando suas doutrinas amorosa e fraterna, poderemos nos fortalecer e potencializar nossas características positivas da paz no mundo.




(Jul/2016) - Mantras


Som, matéria prima do Universo, linguagem da fisiologia espiritual humana. Os mundos e seres que compõem o cosmos foram constituídos pelo som, pela palavra, que emanou como o primeiro hálito divino. O som, no mundo físico, desperta um som correspondente nos reinos invisíveis e incita a ação de uma força, no lado oculto da natureza. Mantra quer dizer, literalmente, instrumento para a liberação da mente. O mantra é uma vibração sonora que, quando emitido corretamente, exerce um efeito poderoso em nosso corpo e mente. Ele acalma nossas mentes e sentidos, relaxa o corpo e nos liga a energias superiores, pois sua vibração provoca a limpeza de energias de vibração mais baixa. O som é o mais eficaz e poderoso agente mágico e a primeira das chaves para abrir a porta de comunicação entre mortais e imortais. Cada letra tem seu significado oculto, a sua razão de ser; produz efeitos que serão a causa de novos efeitos. Como regra geral, todos os rituais religiosos são cantados; não há seita, por menos espiritualizada que seja, que não tenha os seus hinos ou cânticos. Os sons que elevam o espírito são os mantras, os sons místicos ou sagrados. Sons sagrados que ajudam a entrar em estado de meditação. Dotados de grande força energética, eles também nos ajudam a harmonizar nossos medos, ansiedades e desejos. Para que funcionem bem, convém praticá-los com regularidade; pode ser diariamente ou, pelo menos, em dias alternados. São fórmulas antigas de sons divinos registrados pelos antigos sábios da Índia e mantidos em confiança e segredo durante séculos, tanto na Índia como no Tibet. Descrevem as diferentes revelações que sábios tiveram e servem como indicadores para orientar os humanos em direção ao autoconhecimento. O mantra energiza o prana. Prana é a energia essencial que pode ser transferida de uma pessoa para outra. Certos terapeutas operam através de uma transferência consciente de prana. Quando recitamos um determinado mantra visualizando um órgão interno banhando em luz, o poder do mantra pode concentrar-se nesse órgão, com efeito positivo. O ato de visualizar, nesse caso, funciona como intenção, foco e direcionamento da energia produzida pelo mantra. Os mantras produzem energias comparáveis à do fogo. O fogo pode cozinhar sua comida ou incendiar uma floresta. É o mesmo fogo. Os mantras também invocam energias poderosas e, por isso, devem ser tratados com respeito.

Significado de alguns mantras:

OM MANI PADME HUM – mantra para harmonizar os chakras e iluminação;

OM MANE PADME HUM HRI – mantra para harmonizar os chakras e iluminação;

OM BABAGI AH HUM – mantra para iluminação, sabedoria, amor e desapego;

OM YAMANTAKA HUM PHAT – mantra que elimina os padrões mentais negativos;

OM HRIM GAURYAI NAMAH – mantra para desenvolvimento em todas as áreas;

OM SRI GOVINDAYA NAMAH – mantra para felicidade e riqueza;

OM SANAT KUMARA AH HUM – mantra para força e coragem;

OM CHANDRAYA NAMAH – mantra para tranquilidade e clareza de raciocínio;

OM TARE TUTARE TURE DZAMBEH MOHEH DANA METI SHRI SOHA – mantra para a prosperidade;

OM VAJRASATTVA HUM – mantra para purificar e esvaziar a mente;

OM SRI GANESHAYA NAMAH – mantra para proteção, prosperidade, desobstrução e qualquer pedido;

OM SRI SARASWATTI NAMAH – mantra para pedir iluminação e desenvolvimento intelectual.

"Se o homem se mantiver em harmonia com o cosmos, todos os desequilíbrios deixam de existir."




(Ago/2016) - Energias do mês de agosto


A vida passa por ciclos que duram nove tempos. A cada aniversário, começa um novo ano numerológico que vai até o próximo. Este ano traz a você experiências, oportunidades, dificuldades e desafios específicos. No entanto, o ritmo do ano numerológico é alterado pela energia de cada mês. Quando muda o mês, você passa a viver uma energia especial.

O mês de julho deixou muitos sensitivos e almas sensíveis se sentindo desanimadas, confusas e derrotadas, mas, não importa o que julho apresentou, a energia de agosto pode torná-lo maravilhosamente claro e brilhante, mas você pode ter que sentar-se ao sol por algum tempo e isto não significa receber um bronzeado, significa passar algum tempo resplandecendo a sua luz.

Agosto é o signo do Leão: o leão e os leões são conhecidos pela sua coragem. Existem muitas oportunidades para a manifestação criativa, o amor, a abertura do coração e novos potenciais, se tivermos a coragem para brilhar. A notícia animadora é que a Energia da Fonte, nosso Eu Superior somente nos dá o que ele sabe que podemos lidar. Assim, embora pareça que estamos sendo sobrecarregados ou testados de uma forma decisiva neste momento, é tudo parte de um Plano Divino que está alinhado com o nosso bem maior e mais elevado. A intenção deste Plano Divino é restaurar a harmonia, a paz e o equilíbrio sagrado no Universo. Quando esta grande Luz passa por sobre o nosso planeta, emoções, pensamentos, ações e padrões profundamente arraigados se manifestam para serem tratados. Não precisamos nos livrar de nossos medos para termos coragem , precisamos ter a coragem (ou o coração) para agirmos, apesar de nossos medos. Se julho trouxe todos os seus medos, agosto o inspira a agir sem sentir a necessidade de esperar que eles desapareçam. O amor é necessário para ter a nossa energia criativa em movimento, e isto significa estar aberto a receber a energia necessária para manifestar os nossos sonhos. A manifestação é tanto destrutiva, quanto criativa, onde destruímos o velho para permitir que algo novo entre. Ele pode ocorrer no ritmo e tempo perfeito, como uma porta giratória, onde a energia que está partindo é imediatamente substituída pela que está entrando. Mas temos que estar nesta energia amorosa, em sua frequência e vibração, e em um recipiente grande o suficiente para recebermos as frequências mais elevadas. Isto é porque “brilhar” é o nosso novo mantra, porque quanto mais brilhamos, mais energia do amor podemos atrair e trabalhar.

Nossa energia criativa se origina do espaço de nosso coração e o seu pode estar machucado e sangrando após os aspectos desafiadores de julho (e por tudo o que passamos no ano passado ou mais), mas a única maneira de curarmos estas feridas é desintegrarmos a dor e integrarmos a nova energia.

Este será um mês onde praticaremos a dualidade, sendo multidimensionais em nossa forma humana, para que possamos aprender a funcionar, tanto como seres humanos quanto divinos – um não é melhor ou menos do que o outro.




(Set/2016) - Grabovoi, números que curam


De acordo com a Lei da Atração, ativamos ondas de energia através da qual recebemos de volta o que nós enviamos para o Universo. Grabovoi é uma série enorme de sequências numéricas a serem utilizadas como "remédios" para os principais males que afetam a humanidade, sejam eles na área da saúde, do comportamento, da sorte e do destino de cada ser humano. Os números geram vibrações que podem ajudar o corpo a tomar o caminho de volta à normalidade. A base do sistema Grabovoi é formada por sequências de números de sete dígitos. Para problemas mais específicos, podem ser usados oito e nove dígitos. Às vezes, algumas falhas acontecem, devido a pensamentos negativos que se esgueiraram para a mente, em um nível subconsciente, e que varrem os programas positivos; então, a falta de fé verdadeira de que poderíamos obter algo faz o resto.

Segundo a técnica Grabovoi, tudo depende de nós e está em nós mesmos; o mundo é a realidade externa, o homem tem uma alma que é a realidade interna, e as duas, na verdade, são nada mais do que estruturas de informação. O indivíduo influencia o mundo inserindo as alterações e, em seguida, a realidade exterior é estruturada de acordo com o mundo interior, consciente ou inconsciente do homem. Em suma: nós somos os criadores e condutores do nosso próprio destino. Enquanto nos concentramos em uma sequência numérica em particular, são ativadas, em seguida, as ondas de energia que estimulam o processo de realinhamento da norma. Estes métodos são o resultado de colocar em prática conhecimentos adquiridos graças aos avanços no estudo da física quântica. O homem é capaz de mudar suas vibrações e, em seguida, as partículas subatômicas que compõem o assunto, e ambos com simples palavras. Uma vez acionado o mecanismo, tudo é possível, você pode curar qualquer doença psicofísica, da mais trivial à mais grave, você pode transformar uma situação financeira ruim, harmonizar as relações na família e no trabalho, para estimular as crianças no estudo, e novamente e, novamente, confirmando que somos feitos à imagem e semelhança de Deus como o Criador e que podemos mudar o mundo.

Para usar sem conhecer o método, a melhor forma é mentalizar as sequências, sempre visualizando a situação em perfeição... a coisa já realizada. Pode escrever e colar no corpo, em garrafas de água e ir bebendo durante o dia, colocar em agenda, carteira... enfim, ser criativo.

Amor - 888 412 1289018

Amor eterno (incondicional) - 888 912 818848

Paz - 1001105010

Prosperidade - 71427321893

Abundância financeira - 318 798

Harmonização universal - 14854232190

Sustentabilidade ambiental - 97318541218

Emagrecer - 4812412

Depressão - 519514 319891

Desemprego - 318514517618

Consciência elevada - 519 377898 997

Problemas de pele (e também venéreos) -18584321

Preguiça - 318 41791844

Queda de cabelo (calvície) - 5484121

Problemas nos dentes - 1488514

Determinação - 498518498

Proteção - 9187756981818

Dependência química - 5333353

Alcoolismo - 148543292

Vício em nicotina - 1414551

Determinação e foco para aprendizagem - 212585212

Empreendedorismo - 71974131981

Compreensão - 39119488061

Tudo é possível - 519 7148.




(Out/2016) - Budismo versus xintoísmo


A tradição religiosa japonesa é rica, complexa e ocasionalmente intriga o povo ocidental com suas facilidades e com suas tendências muitas vezes contraditórias na linha e prática religiosa. De acordo com a tradição, está o xintoísmo, a religião indígena do Japão; do outro lado, o budismo, uma religião hindu que chegou ao Japão entre os séculos VI e VII d. C, vinda da Coreia e da China. O xintoísmo é a religião mais antiga do Japão, sua origem é obscura e datada de, pelo menos, metade do primeiro milênio antes de Cristo, período em que os japoneses tiveram uma influência mais rápida da civilização continental, quando existia uma grande mistura de devoções à natureza, incluindo cultos de fertilidade, técnicas de divindade, devoção a heróis e o xamanismo. O xintoísmo não teve fundadores e não desenvolveu escrituras sagradas, filosofias religiosas explícitas ou um código moral específico. Na verdade, os antigos japoneses encaravam a religião com tanta naturalidade que não tinham sequer um termo para defini-la. Assim, em sua origem, o xintoísmo era a religião das pessoas ainda não contaminadas pelo ocidente e que, acima de tudo, eram sensíveis às forças espirituais espalhadas pela natureza em que viviam. Como mostra uma crônica antiga, inúmeros espíritos brilhavam como vaga-lumes no mundo dessas pessoas, e todas as árvores e arbustos eram capazes de falar. A visão do mundo para o xintoísta é fundamentalmente brilhante e otimista e, assim, nada mais apropriado que ter como sua principal divindade uma deusa do Sol. Uma vez que eram conhecidos os aspectos mais negativos da existência humana, a razão de ser de um xintoísta é a celebração e o enriquecimento da vida. Os aspectos importantes da mitologia são a forte relação entre os deuses, o mundo que eles criaram e os seres humanos. As tensões entre o criador e suas criaturas, e entre o humano e o terreno, presentes nas religiões ocidentais, são visivelmente inexistentes. Na visão xintoísta, o estado natural do cosmos é uma harmonia na qual os elementos divinos, naturais e humanos estão intimamente relacionados. Além disso, a natureza humana é vista como inerentemente boa e o mal é visto como resultado do contato dos indivíduos com forças ou agentes externos que poluem nossa natureza pura e fazem com que ajamos de forma contrária a essa harmonia primordial. As divindades do xintoísmo são chamadas de kami. O termo é frequentemente traduzido como "deus" ou "deuses", mas representa um conceito de divindade bastante diferente daquele apresentado pelas religiões ocidentais. A devoção no xintoísmo é utilizada para expressar gratidão aos deuses e para assegurar a continuidade da graça. Ela pode tomar a forma de um dos grandes festivais que ocorrem em dias determinados durante o ano, no sentido de celebrar a plantação da primavera, a colheita do outono e outras ocasiões especiais na história de um santuário. No entanto, estes festivais podem ser praticados em casa, de forma particular e bem mais discreta, ou no santuário do bairro. Todos os tipos de devoção no xintoísmo possuem em comum três elementos essenciais. Todos começam com o importante ato de purificação, no qual é comum a utilização de água. Em todos, existe também o ato de oferendas aos kami, através de dinheiro ou comida. E, finalmente, em todos é feita uma prece ou um pedido. Podemos notar que a devoção no xintoísmo é geralmente praticada em um santuário. Estas estruturas são feitas de elementos naturais e localizadas em pontos escolhidos por seus abades para a localização do kami, em vez de construírem um local fechado para o abrigo dos fiéis (como uma igreja, por exemplo). O budismo, que entrou no Japão no século VI, já era uma religião mundialmente conhecida, com uma história de mais de mil anos de idade. A forma de budismo que predominou no Japão desde o início é conhecida como mahayana, o budismo do grande veículo, a qual trouxe consigo uma vasta biblioteca religiosa, uma doutrina bem elaborada, um clero bem organizado e uma estonteante tradição de arquitetura e arte sacra, ou seja, tudo o que faltava no xintoísmo no século VI. Os ensinamentos do budismo têm como estrutura a ideia que o ser humano está condenado a reencarnar infinitamente após a morte e passar sempre pelos sofrimentos do mundo material. O que a pessoa fez durante a vida será considerado na próxima vida e, assim, sucessivamente. Esta ideia é conhecida como carma. Ao enfrentar os sofrimentos da vida, o espírito pode atingir o estado de nirvana (pureza espiritual) e chegar ao fim das reencarnações.

Para os seguidores, ocorre também a reencarnação em animais. Dessa forma, muitos seguidores adotam uma dieta vegetariana. A filosofia é baseada em verdades: a existência está relacionada à dor, cuja origem é a falta de conhecimentos e os desejos materiais. Portanto, para superá-la é necessário, antes, livrar-se dela e da ignorância. Para livrar-se da dor, o homem tem oito caminhos a percorrer: compreensão correta, pensamento correto, palavra, ação, modo de vida, esforço, atenção e meditação. De todos os caminhos apresentados, a meditação é considerada o mais importante para atingir o estado de nirvana. Embora sua visão sobre o mundo e sobre a humanidade tenha sido sempre diferente da xintoísta, é importante entender que é possível encontrar tanto diferenças como similaridades das tradições nativas nos ensinamentos do budismo mahayana. Por um lado, por exemplo, o budismo enxergava o mundo como uma etapa de transição ou uma fonte de sofrimento para aqueles que permaneciam ligados a ele, ou seja, uma visão muito contrastante com a "aceitação do mundo" adotada pelo xintoísmo. Por outro lado, existia um grande otimismo no budismo mahayana que se aproximava bem do xintoísmo, um otimismo sobre a natureza humana, onde se acreditava que todos os seres humanos tinham o potencial de absorver a sabedoria que traz o fim do sofrimento e um grande otimismo sobre o mundo em si, uma vez que os ensinamentos dizem que quando os humanos se desapegam das coisas da Terra, o mundo passará a ter um novo e positivo significado.




(Nov/2016) - Adultos índigos


Os adultos índigos sentem e leem o campo energético das pessoas e são, naturalmente, leitores de manifestações energéticas. Querem, mais que tudo, aprender a equilibrar sua energia, assumir sua missão e dons, aprender a como se desenvolver e evoluir, ajudando os que seguem nascendo, as crianças e jovens. A frequência índigo está disponível a todos os seres humanos e pode ser acessada à medida que nossa consciência vai se expandindo mais e mais. Quanto mais conscientes, mais aptos nos tornamos, para perceber e acessar outros diferentes tipos de realidades que antes nem imaginávamos existir. À medida que mais e mais seres humanos índigos existam e convivam entre si, mais rápida será nossa evolução, bem como nosso processo de ampliação da consciência. Com esta convivência, estaremos nos aproximando cada vez mais da quarta e quinta dimensões, já que a Terra é originalmente um planeta da terceira dimensão, devido às consciências predominantes.

Abaixo, cito algumas características de adultos índigos:

– São muito inteligentes, apesar de não tirarem as melhores notas na escola. Têm aversão ou detestam grande parte dos trabalhos repetitivos e obrigatórios dela; – Muitos experimentaram depressão existencial bem cedo e sentimento de impotência no decorrer de sua infância e adolescência; – Têm dificuldade com empregos supervisionados; os adultos índigos resistem à autoridade e ao sistema hierárquico de trabalho; – Têm problemas com sistemas que consideram falidos ou ineficazes. Exemplos: sistema financeiro, político, médico, educacional; – Frustração ou rejeição ao tradicional “sonho” de carreira, casamento, filhos; – Um ardente desejo de fazer algo para mudar ou melhorar o mundo, porém demoram até reconhecer qual é a sua vocação para realizar este desejo; – Desde muito novos, têm interesses por assuntos espirituais e esotéricos; – Possuem forte intuição; – Tiveram experiências psíquicas, tais como premonições, ouvir e ver pessoas desencarnadas, experiências fora do corpo etc.

Os índigos que hoje são adultos, especialmente aqueles que têm idade acima dos trinta anos, chegaram ao planeta em uma época em que ainda havia poucos índigos por aqui e, portanto, a energia era mais densa; os paradigmas eram outros, e a consciência era ainda mais limitada. Os padrões eram mais rígidos, e as mentes dos pais, professores e governantes eram muito mais limitadas que hoje em dia. Estes adultos índigo encarnaram na Terra em uma época em que a vida e a realidade eram totalmente enquadradas em alguns padrões socialmente aceitos, e tudo o que não fosse enquadrado nestes padrões era tido como inexistente. Quando crianças, eram extremamente sensíveis, o que lhes causou enormes dificuldades para adaptação. Eram crianças cuja essência apontava na direção de uma vida espiritual, guiada por valores mais elevados. Imagine o quão difícil é encarnar em uma época e em um contexto tão contrários à manifestação de seus dons. A missão destes seres na Terra está voltada para a produção de mudança, para a revisão de valores e paradigmas por onde passarem. Para seu objetivo se concretizar, é preciso deixar velhos hábitos e pensamentos, a fim de que novos paradigmas possam ser estabelecidos, nos quais a unidade e o amor encontrarão espaço para se manifestar. No processo de desenvolvimento, os adultos índigos presenciaram um choque significativo entre as energias mais sutis e as mais densas, oriundas, principalmente, de seu universo familiar e do seu entorno. Poucas famílias estavam espiritualizadas suficientemente para recebê-los e compreendê-los. Essas atitudes causaram-lhes grandes dificuldades de adaptação, por onde quer que fossem. Seus dons não eram aceitos em suas famílias, e muitos se desviaram do caminho espiritual por não ter tido a devida aceitação por seus pais e amigos. Eles foram chamados de hiperativos, loucos, bipolares, esquizofrênicos. Muitos foram excessivamente medicados, esquecendo-se de sua verdadeira essência. Os índigos que compreendem sua missão sabem da importância de sua vinda à Terra e mantêm a possibilidade de que ela continuará a evoluir. Tudo o que não serve à humanidade se desvanecerá com sua presença.

Eles encarnaram para ajudar na transformação social, educacional, familiar e espiritual de todo o planeta, independentemente das fronteiras e das classes sociais. São como catalisadores, aptos a desencadear as reações necessárias para as transformações. Os índigos não começaram a chegar à Terra somente nas últimas gerações, e o seu número está aumentando cada vez mais, para auxiliar no aumento vibracional dela. Já são tantos que, finalmente, não podemos ignorá-los.




(Dez/2016) - E que venha 2017


Mais um ano vai se iniciar e, com ele, novas energias e vibrações. Será regido por Saturno, considerado o planeta da disciplina e das limitações. Um planeta que é símbolo da perseverança, paciência, sabedoria, maturidade, destino e carma. Encerrando o ciclo de 36 anos do Sol, Saturno chega para governar 2017 e também o ciclo astrológico que se estenderá até 2052. Mostrará o caminho das pedras, apoiando quem tem vontade de melhorar de vida. Faça a escolha certa... O mensageiro do tempo avisa que o período vai exigir responsabilidade, determinação e prudência de quem quiser ter bons resultados. Tudo tem seu momento certo para acontecer. Será um ano de colher o que plantar, e isso dependerá do empenho de cada um. Com o orixá regente de 2017 estamos nos preparando para uma nova caminhada, novas lições, novos rumos, novas alegrias, e possíveis decepções. Quem sabe possamos vencer todos os obstáculos e progredir, ainda mais, a nossa evolução espiritual. O orixá regente será Oxóssi, o senhor das matas e florestas, tendo como companhia, a partir de julho, a força divina da senhora das cachoeiras, a bela orixá Oxum, que também será regente, a partir de então. O ano de 2017 será um ano com passagem bem rápida, como a velocidade de uma flecha. Assim, quem desejar vencer seus obstáculos e chegar a um objetivo desejado deverá ser ágil, perspicaz e não se acomodar, pois, num piscar de olhos, poderá ficar para trás, perdendo boas oportunidades. Ano muito propício para estudos e para aqueles que buscam a instrução e condizente com a disciplina e a ciência, para alcançar a fartura, nascendo a vontade do entender, do saber e do crescer. Muitas regiões de nosso planeta terão uma continuidade grandiosa de quebras de tabus. Em algumas populações, o anarquismo poderá ser colocado como palavra-chave, fazendo com que o povo fale mais alto e se torne mais forte que seus governantes, demonstrando que será uma era de esclarecimentos e renovação dos seres humanos. Com Oxum vindo no segundo semestre do ano manifestar a sua força e energia ao lado do orixá regente, teremos um ano agradável para a união familiar. Devemos tomar cuidado com falsas paixões, ou paixões explosivas, pois a vida estará mais exaltada em 2017; com isso, muitas vezes a emoção falará mais alto do que a razão, podendo, assim, nos levar a tomar decisões errôneas para nosso futuro emocional. Com Oxóssi, que tem como personalidade o não aceitar ser comandado, e Oxum, que personifica a união, teremos um ano balanceado entre a paz e a guerra, e daí parte o grande ponto do ser humano: usar seu livre arbítrio para fazer sempre o bem e deixar que a luz entre em nossas vidas. Previsões de Saturno para os signos: Áries – A vida profissional será o destaque e, se você der duro por suas metas, não faltará incentivo para alcançar o que deseja. Saturno ajudará a aplicar a energia, o dinamismo e a coragem que herdou do seu signo, em prol do sucesso. Touro – Saturno reforçará sua persistência, sabedoria e responsabilidade para alcançar o que pretende. O astro indica um período muito proveitoso para batalhar por seus ideais, dedicar mais tempo aos estudos e se empenhar por tudo o que pode fazer você evoluir. Gêmeos – O astro indica mudanças em sua vida, mas elas devem acontecer aos poucos. Tudo virá no seu devido tempo, e a ordem é não ter pressa. Câncer – Além de acentuar seu lado prático e realista, Saturno ajudará você a estruturar melhor seus projetos pessoais e profissionais. Acordos, parcerias e negócios vantajosos podem surgir, mas vão exigir empenho. Leão – Trabalho e saúde serão assuntos prioritários para o seu signo e podem ter um impacto maior em sua vida em 2017. Saturno recomenda que zele pelo seu bem-estar e concentre esforços para resolver as demandas cotidianas, sobretudo no emprego. Virgem – Um dos signos mais privilegiados pelas energias de Saturno. O regente do ano governa o setor mais positivo do seu horóscopo, o paraíso astral e, além de destacar seus talentos no trabalho, também aumentará o seu poder de sedução. Libra – As questões domésticas e familiares devem concentrar seu interesse e atenção. Pessoas e fatos do passado também vão exercer mais influência em seu astral e podem contribuir com suas realizações, inclusive na vida profissional. Escorpião – O astro das responsabilidades anuncia um período de crescimento e conquistas sólidas para o seu signo. O ano será favorável para estudar, amadurecer seus planos, relacionamentos e alcançar seus objetivos. Sagitário – Não faltará força de vontade para lutar por seus interesses, superar os desafios, a crise econômica e melhorar de vida. Seu signo tem espírito aventureiro e gosta de se arriscar, mas a estabilidade e a segurança financeira vão importar mais. Capricórnio – Proteção dobrada para o seu signo. Um período excelente para você colocar seus planos em prática e progredir na vida. Poderá começar um projeto que sempre desejou tocar. Aquário – Se agir com discrição, perseverança e se dedicar com afinco aos seus objetivos, conquistas virão em algum momento. Aprenda a ser mais paciente e guarde o toque de Saturno: você vai colher o que plantar! Peixes – A natureza do seu signo é sonhadora, mas você terá clareza para enxergar a realidade da vida, sem perder de vista seus planos. Saturno destacará sua maturidade, seu espírito de luta e deixará seu comportamento mais determinado.

Que Deus abençoe nossa caminhada de união. Esperamos que todos entrem com muita fé nas vitórias pessoais nesse próximo ano. Que Pai Oxossi e Mãe Oxum nos protejam por todo o ano de 2017. Cores do ano: verde e dourado. Boas energias e muita felicidade. Que assim seja! Feliz 2017!




(Mai/2016) - O misticismo dos gatos


Os gatos possuem uma conexão com o mundo mágico, invisível. Assim como os cães são nossos guardiões no mundo físico, os gatos são nossos protetores no mundo energético. Durante o tempo em que passa acordado, o gato vai “limpando” a sua casa das energias intrusas. Enquanto dorme, ele filtra e transmuta esta energia. O gato pode, muitas vezes, ficar em lugares com baixa circulação de energia ou Chi vital, para poder ativar esta área. Ele certamente vê coisas que não vemos, desde insetos microscópicos até seres de outras dimensões. Muitas vezes, seu gato vai para um lugar isolado da casa e começa a miar. Não é só atenção que ele quer: é uma espécie de alerta que ele está dando: a qualidade da energia daquele espaço precisa ser melhorada. Nossos problemas e nosso estresse diário são absorvidos pelo gato. Quando a barra pesa demais e o espaço está muito carregado, não raro o gato adoece.

Quando dormimos, nossos corpos astrais se separam do corpo físico e vão para a quinta dimensão, a dimensão sem tempo e espaço: a dimensão em que estamos durante nossos sonhos. Por falta de treinamento e preparo, na grande maioria das vezes, não enxergamos essa dimensão tal como ela é; em vez disso, a “mascaramos” e codificamos com nosso conteúdo psíquico e inconsciente. Os gatos, muitas vezes, nos acompanham nessas viagens astrais ou protegem nosso corpo astral, além de guardar o nosso quarto de espíritos indesejados, enquanto dormimos. Essas são as razões pelas quais eles gostam de dormir conosco na cama.

Os gatos também monitoram nossa evolução. Durante sua convivência conosco, eles transmitem informações a dimensões superiores, servindo como radares e transmissores. Além disso, como transmutadores de energia, eles auxiliam na cura, desempenhando um papel semelhante ao dos cristais.

Todos os gatos, incluindo os pretos, eram tidos em grande estima pelos antigos egípcios. Eles eram protegidos por lei contra ferimentos ou morte. Uma lenda escandinava dizia que uma deusa do amor e fertilidade, chamada Freya, tinha sua carruagem puxada por dois gatos pretos. Depois de servir Freya por sete anos, os gatos se tornavam feiticeiras. Antigamente, dizia-se que bruxas se transformavam em gatos à noite.

Há uma passagem nas variadas lendas de Santa Sarah que diz que, quando menina, Sarah possuía uma gata, a quem chamava de Laila, quando residiu em MagdalaTarikiah. E nas belas lendas, Sarah ficava sabendo das coisas porque tinha uma comunicação mística com Laila.

Sarah podia ler os olhos da gata somente durante o dia. Numa dessas leituras, Sarah conseguiu salvar o cego Jericó de uma cilada. Ele ficara cego em acidente de trabalho.

Laila seria neta de uma gata trazida de uma das viagens de Jericó ao Egito, pouco antes de perder a visão. Mais tarde, Sarah precisou viver, por um período curto, no Egito e na Cachemirra, na Índia. Por isso, a crença de sua origem ser desses dois lugares.

Hoje, ciganos estudiosos e espiritualizados sabem que todos os seres estão interligados e doam o melhor dos sentimentos a todos os bichos, inclusive aos belos gatinhos.




(Abr/2016) - Espíritos obsessores – como atuam e como afastá-los


Algo ou alguém que exerce influência sobre outra parte, alterando, diminuindo, drenando ou desorganizando a sua vibração. É uma entidade desencarnada, sem luz, portanto extrafísica, a qual, aos olhos destreinados, torna-se invisível. Trata-se de um espírito em estágio menos avançado de aprimoramento moral e que, por sua condição, permanece em sintonia com seres de mesma frequência vibratória, em condição de simbiose. A causa principal da obsessão é o seu próprio conjunto de comportamentos, pensamentos e sentimentos. Mesmo porque a sintonia só acontece se você estabelece a mesma frequência na qual vibra o obsessor. Todo processo de obsessão acontece por compatibilidade; portanto o que determina a simbiose entre uma pessoa e seu obsessor é uma ligação por ressonância que respeita essas leis naturais.

Sinais para saber se você está com um obsessor – Os motivos da obsessão variam, mas a única intenção do obsessor é o desejo de fazer o mal; como sofrem, querem fazer os outros sofrerem; sentem prazer em atormentar o obsidiado e os mais próximos. Esses espíritos agem por ódio e inveja do bem; é por isso que atormentam as pessoas mais honestas. Uma vez que você perceba alguma intromissão na sua energia pessoal, a melhor forma de reverter o quadro é mudando o seu conjunto de pensamentos, sentimentos e emoções, que, em outras palavras, quer dizer: aumentando a sua elevação moral e o seu estado de amor.

A falta de paciência: sentimento repentino e intenso de irritação e intolerância. Você explode fácil e não consegue se controlar;

Irritação: você sente irritação com mais frequência, aparentemente tudo começa a lhe aborrecer;

Fragilidade emocional: qualquer coisa é motivo para que emoções fortes surjam, como choro, angústia e tristeza, mesmo com motivos sem importância;

Dores: surgem dores nas costas e na região do estômago, sem associação a nenhum problema físico ou acontecimento relacionado. Também existe a sensação de pressão na cabeça e peso nos ombros. Muitas pessoas podem sentir essas sensações por motivos diversos, os quais não têm qualquer relação com a obsessão espiritual; portanto tenha cuidado ao fazer a análise. Mas, em caso de haver uma associação desses sintomas com os sintomas acima citados, as chances são muito mais reais de haver a obsessão espiritual;

Pensamentos impróprios: sem que você queira, surgem pensamento impróprios sobre as coisas ou situações. São pensamentos que brotam no seu interior, os quais não são positivos e, de alguma maneira, causam medo, desconforto, agressividade, paranoia ou sentimentos parecidos;

Bocejo em excesso e cansaço físico contínuo: o bocejo é um indicador de ajuste do seu campo energético ou aura. Para que ele se organize e se harmonize em diversas situações da vida, aparece como forma de contração e descontração da aura, promovendo assim um efeito descarga. Mas se o bocejo é muito presente e constante, pode indicar que a pessoa está precisando se limpar e não está conseguindo. O bocejo é normal, mas o excesso deve ser observado. Já o cansaço físico permanente pode apontar problemas de ordem física e também deficiências na alimentação. Contudo, se surgirem estados de cansaço acima do que consideramos normal na vida diária e, além disso, se estiverem associados aos sintomas citados anteriormente, pode ser um forte sinal de obsessão espiritual. Muitas dores de cabeça, úlceras gástricas, hipertensão arterial, distonias, angústias, depressões, nervosismos, de resolução de problemas, dificuldades de raciocínio e de avaliação são daí derivados;

A Síndrome de Pânico, um dos mais terríveis transtornos mentais de nosso tempo, é causada em mais de 80%, pela presença de um (ou vários) espírito(s) perturbado(s) jungidos ao paciente, que passa a captar o desespero, o medo, o terror e as imagens perturbadoras daqueles sofredores que passam a invadir a sua casa mental.

Como se livrar de um espírito obsessor – Dois fatores se mostram essenciais: provar ao obsessor que é impossível enganar o obsidiado e cansar-lhe a paciência ao se mostrar mais paciente do que ele. Quando ele estiver convencido de que perde seu tempo, acabará por se retirar, como fazem os importunos a quem não damos ouvidos. Quer modificar suas companhias espirituais? Modifique-se. Quer ser merecedor de boas influências, de apoio e estímulo por parte da espiritualidade, faça a sua parte, Reforme-se! Quando você muda, o mundo muda. Mudam as suas companhias, muda o ambiente à sua volta, muda o seu poder de influência sobre os que o cercam, encarnados e desencarnados. Procure a luz... Entre em contato com a natureza, procure técnicas de relaxamento, cuide de seu anjo da guarda e de seu lado espiritual. Afastando-se da negatividade e entrando em contato com as belezas oferecidas pela vida, você será feliz.




(Mar/2016) - Mediunidade


A palavra médium tem origem no latim e é o meio de comunicação entre o mundo espiritual (onde vivem os espíritos) e o mundo material (onde vivemos). A mediunidade, nata em todos os seres humanos, é a comunicação entre humanos (encarnados) e espíritos(desencarnados). Ela é usada por diversas doutrinas e correntes espiritualistas, sendo parte das raízes greco-romanas e judaico-cristãs da sociedade ocidental, bem como das orientais hinduísmo, budismo tibetano, africanos e ciganos. Assim, um espírito que deseja se comunicar entra em contato com a mente do médium ativo, e, por esse meio, pode se manifestar de várias formas, como oralmente, pela escrita, ou, ainda, se fazendo visível. A mediunidade é a sensibilidade ao extrafísico. É a capacidade que a nossa porção energia (que é a própria alma) tem de captar outras energias de natureza não física. A prática é racional, equilibrada, transparente, fruto da persistência e da continuidade. O seu exercício envolve objetivo, planejamento e estruturação do processo. A mediunidade não serve para "falar com os mortos", pois os espíritos desencarnados não se enquadram nesta concepção do imaginário da cultura material. Também não se reduz a um balcão de atendimento ao qual se recorre para resolver problemas. Não serve para dizer o que as pessoas devem fazer ou para decidir seu futuro, tolhendo o seu livre-arbítrio. Para a Doutrina Espírita, mediunidade não deve ser vista como "transe". Ela é sintonia e troca de experiência entre espíritos desencarnados e encarnados. Não há perda de consciência, não há anulação. Há soma das experiências das partes envolvidas, trazendo superação.

Mediunidade Natural é a mediunidade decorrente da conquista de valores morais e evolução espiritual (Exemplo: Chico Xavier). É a situação em que o médium é um missionário em meio aos homens e tem sempre como objetivo a prática da caridade e a eliminação de seus defeitos. Mediunidade de Prova é aquela em que os homens, sob a misericórdia Divina, passam a ter intercâmbio com os espíritos guias e, dessa forma, passam a ressarcir seus débitos cármicos do passado. Esse é o tipo de mediunidade da maioria dos médiuns, sejam eles umbandistas, kardecistas, seguidores do Candomblé ou, ainda, de qualquer outra religião, tendo em vista que o fenômeno mediúnico existe em todas as religiões ou civilizações. Alguns sinais de mediunidade: intuição para fazer ou não algo e, depois de feito, saber que a percepção estava certa; sonhos reveladores, que de certa forma conduzem suas atitudes para novos caminhos, de prevenção de problemas ou de melhores resultados em todas as áreas da sua vida; profunda sensação de se importar com as dores das pessoas e o sofrimento do mundo; vontade de fazer algo para mudar o cenário negativo das coisas; sentir aromas que não existem no ambiente fisicamente; enxergar ou sentir presenças que somem ou desaparecem com um piscar de olhos; percebe-se falando sobre assuntos específicos com uma fluência acima da média sem se dar conta que está interagindo livremente com uma competência elevada; facilidade acima da média para perdoar os demais; começar a bocejar facilmente na presença de outras pessoas ou ambientes carregados psiquicamente; entre outras formas... Psicografia – O guia envia seus pensamentos à mente do médium concentrado. Em seguida, emite comandos ao sistema nervoso do médium, passa a ter domínio sobre o braço e a mão dele, e, nessa situação, a escrita se desenvolve. A caligrafia é, normalmente, a mesma que o espírito adotava quando encarnado. – Vidência – Na mediunidade de vidência o médium vê e pode conversar com os espíritos, porém isso é raro; O mais comum é a momentânea, situação em que podemos ver os espíritos em frações de segundo. – Auditiva – Na mediunidade auditiva o médium ouve as vozes dos espíritos, mas não com os ouvidos e, sim, com a mente. Ele escuta a comunicação como se fosse um pensamento, mas com timbre, onde pode distinguir um espírito masculino ou feminino, se ele está irritado ou se é amigo. A obsessão utiliza largamente esse meio para atingir seus desafetos. – Intuitivos – Na intuição, um espírito amigo (ou inimigo) envia sugestões, através de seus pensamentos, ao médium. Cabe a este ter percepção consciente das comunicações, a fim de não cometer erros. A intuição pode muito nos ajudar, mas, se a fé for cega, poderá ser perigosa. – Sensitivos – Os sensitivos, quando adestrados e desenvolvidos corretamente, são muito úteis, principalmente em reuniões em que não estão presentes os videntes. São capazes de perceber vibrações nas pessoas, objetos, plantas, animais e ambientes, mas a principal característica é sentir a presença dos espíritos e suas vibrações. – Curadores – Este gênero de mediunidade consiste, principalmente, no dom que possuem certas pessoas de curar pelo simples toque, pelo olhar, mesmo por um gesto, sem o concurso de qualquer medicação.




(Jan-Fev/2016) - Os recados do sol, regente de 2016 – Previsões para todos os signos


Áries – Um dos signos mais privilegiados do ano do Sol. Ele elevará sua sorte, mandando poderosas vibrações para a vida amorosa. Seu comportamento ficará mais extrovertido, alegre e estará mais carismático, atraindo paixões e amizades como um imã.
Touro – Disposição para melhorar de vida e conquistar estabilidade. Ficará mais saudosista, e a influência do Sol favorecerá encontros com pessoas do passado. Prioridade para os interesses familiares. Pendências antigas poderão incomodar. No amor, dose o apego e o sentimento de posse.
Gêmeos – A comunicação brilhará muito em 2016, ajudando você a se destacar. Amizades irão florescer e sua lábia renderá novas conquistas. Aprendizados e mudanças virão no ano do Sol, mas mantenha cautela com a indiscrição.
Câncer – Seu lema este ano será vencer na vida. O Sol vai mexer com seu desejo de progredir, ganhar dinheiro e ter segurança material. Explore sua força de vontade. Carisma intenso, porém atitudes ciumentas podem atrapalhar sua relação.
Leão – Seu brilho pessoal cativará amizades, paixões e, ao aproveitar suas qualidades, irá alcançar vitórias. Batalhe pelas coisas que quiser conquistar, e a sorte estará ao seu lado.
Virgem – Época de desafios! O Sol dará apoio para a superação de obstáculos, espantando a crise e prosperando. Confie na intuição, cuide da saúde e tenha disciplina. Na paixão, envolvimentos proibidos e complicados não estarão descartados.
Libra- ideais, sonhos e esperanças se fortalecerão neste ano. Confiança para realizar seus planos. Seu jeito gentil irá beneficiar todos os setores da vida.
Escorpião – Um dos signos mais favorecidos este ano. O Sol irá iluminar seus talentos, dará realce aos seus carismas e energia farta para poder alcançar tudo que almeja. Explore seus dons.
Sagitário – Este ano será de novidades, aventuras e surpresas. O Sol irá expandir seus horizontes. Proteção em todos os setores da vida.
Capricórnio – Não faltará disposição para batalhar por seus projetos, superar desafios e ficar longe da crise. Não tenha medo! Encare as mudanças. Seu lado sensual irá brilhar.
Aquário – 2016 será promissor para somar forças e energias com quem convive. Ano favorável para cooperação, participação ativa no interesse dos outros e fortalecimento amoroso.
Peixes – Em busca de perspectivas de sucesso profissional, não economize tempo nem dedicação. Valorize seu bem-estar.




(Dez/2015) - Equilíbrio, paz, união, sorte e sucesso... Vem aí 2016...


Ele exerce o papel mais importante da astrologia, governa o signo de leão trazendo sorte e sucesso. O ano de 2016 será regido pelo Sol, astro rei, e trará liderança, magnetismo, sedução, prazer, glórias e muitas vitórias.

Em 2016, o Sol apoiará quem quiser sobressair no trabalho, espantar as crises, melhorar de vida e obter mais destaque no que faz. O Sol vem iluminar o ano para beneficiar as amizades, os vínculos familiares, dando sinal verde para o amor.

Atitudes arbitrárias, arrogância, excesso de vaidade, orgulho, egoísmo, prepotência e intolerância serão obstáculos em todos setores da vida. Retire essas pedras do caminho.

Agarre as oportunidades, o Sol revelará características marcantes da personalidade e permanecerá durante um mês em cada signo, completando sua volta no zodíaco. Mostre garra, ousadia e determinação.

Saúde é o que interessa, e como o Sol é o símbolo da vitalidade e jovialidade, aumentará a busca por diversão e bem-estar esse ano. Esportes, treinamentos e boa alimentação deverão estar entre as prioridades para uma boa saúde.

O aspecto mais favorável para 2016 será o amor. O Sol será padrinho dos relacionamentos, encantando, seduzindo e trazendo muita alegria.

Perseverança, ambição, boa lábia e competência serão os principais atributos para entrar o ano com o pé direito, trilhando o caminho do progresso profissional.

Um ano importante, regido pelo orixá Oxalá, o senhor do pano branco, o criador da humanidade, o orixá da paz. Aquele que carrega o mundo nas mãos, ao lado de seu cajado. Será um ano mais equilibrado, pois Oxalá representa equilíbrio do planeta, o começo. Teremos, em 2016, uma nova oportunidade de começarmos tudo de novo. Oxalá virá montado em suas nuvens, levantando a bandeira da paz e da união; será um ano para repensarmos nossas atitudes e despertarmos o amor ao próximo, pois este é o único caminho que nos conecta a Deus.

Aqueles que colheram tempestades em 2015 terão, em 2016, a oportunidade de uma nova plantação. Já quem teve em 2015 um ano de realizações, 2016 consolidará mais ainda todas as conquistas. Espiritualmente estaremos muito bem guardados, pois o orixá do branco é um grande protetor e guardião de toda a humanidade!
A influência de Iemanjá, a Mãe do Mundo, irá trazer um pouco de nostalgia perto do fim do ano, porém propiciará um pequeno ciclo de águas. Como todo ano de Oxalá, terminaremos com muitas chuvas e águas. Serão as águas de Oxalá fechando o ano de 2016, que passará mais devagar, porém com mais constância e estabilidade.

Regente: Sol.

Orixás: Oxalá e Iemanjá.

Cores: amarela, azul e branco.

Que o pai Oxalá traga sua bandeira branca da paz e a fixe nos quatro cantos do mundo...

Feliz 2016!




(Nov/2015) - As forças ocultas da natureza


Fadas das flores – Pertencem a um grupo particular de ondinas e sua principal incumbência é elaborar ou confeccionar as flores que adornam a natureza. Estão, de maneira muito peculiar, vinculadas à evolução do reino vegetal. Secundadas por certa espécie de silfos do ar, "pintam as flores", dotando-as daquela suntuosidade de cores que podemos apreciar em toda parte, como também do seu especial e inconfundível perfume. As fadas são belas e brincalhonas. Podem ser apreciadas claramente por quem tem uma espiritualidade elevada, quase que por todas as partes, nos lugares onde há plantas com flores, árvores frutíferas e ervas aromáticas.

Espíritos da Terra – Geralmente são denominados de gnomos e podem ser vistos a perambular pelos prados, campos e bosques. Adotam, às vezes, uma forma quase humana, em especial os que vivem nas proximidades das casas de campo ou granjas com muitas árvores, e têm uma especial predileção pelas crianças, com as quais gostam de brincar. Como são grandes imitadores, muitas vezes tomam as formas das criaturas e pessoas adultas, embora visivelmente deformadas e às vezes vestidas com extravagância. A missão dos gnomos é o crescimento das plantas e o lento desenvolvimento das pedras da superfície da terra, onde vivem, mas também podem habitar o interior das árvores, auxiliando o trabalho dos devas construtores do reino vegetal, que cuidam do desenvolvimento delas.

Silfos do ar – Temos algumas formas de silfos, tal como são percebidos por um observador dotado de clarividência. Movem-se em grandes velocidades pela imensidão da aura planetária. A faculdade de percebê-los reside não somente na rapidez dos seus movimentos, como também na frequente mudança de forma que adotam. A cor dos silfos é predominantemente azul e eles se confundem com o azul do céu. São observados em grandes grupos que se deslocam pelo espaço, sob a misteriosa direção de um ser do ar com maior evolução.

Salamandras do fogo – Existem em muitas espécies, mas a forma típica das salamandras é a de "línguas de fogo" que surgem do centro de qualquer núcleo de matéria em ignição, desde a pequena lareira do lar até uma gigantesca erupção vulcânica. Seguem sempre o rastro de um agni, ou "Senhor das Salamandras" que propaga o fogo em todas as direções possíveis, sendo seus colaboradores imediatos uma espécie específica de silfos que "movem o ar para que o fogo seja introduzido". Os agnis são muito maiores que as salamandras e, quando observados, são percebidos em uma grande diversidade de formas, mas sempre sob intensos e brilhantes resplendores ígneos.

Devas da Natureza – Correspondem a uma categoria especial de anjos, cuja função é a direção do trabalho construtor de uma infinita legião de elementais construtores. Possuem uma evolução superior à humana, e sua presença infunde uma indescritível paz e um potente dinamismo no ânimo de quem pode contatá-los. Habitam impenetráveis retiros etéricos das altas montanhas, em férteis campos e em extensos e verdejantes prados. São de impressionante estatura, embora possam adotar a altura natural do homem. Apresentam-se ao observador qualificado envoltos em grandes e luminosas nuvens de substância etérica, emergindo do centro delas em uma resplandecente e gigantesca forma humana. Paradoxalmente, porém, não apreciam os traços habituais da humanidade com que estamos vinculados pelos laços cármicos.

As ondinas da água – Como ocorre com todos os elementais construtores, há ondinas de diferentes espécies e graus de evolução. Seu elemento natural de expressão é a água, e elas podem ser vistas em grandes concentrações nas profundezas dos oceanos, lagos, rios, cascatas etc. Sua alegria é o movimento da água, e podemos observar todo tipo de ondinas, saltando e brincando com a espuma que as águas dos rios produzem, quando se chocam contra as pedras que encontram pelo caminho. São de cor predominantemente verde, mas também existem as azuis, de grande beleza, nas águas tranquilas dos lagos. Não evitam a presença do homem e a tradição marinheira que fala de sereias está se referindo, na verdade, a uma espécie particular de ondinas que habitam os grandes mares ou oceanos.




(Set/2015) - A lua em nossas vidas


A Mãe Lua, anciã, é mais antiga do que a Terra e do que o Sol e é conhecida e estudada pela ciência como um satélite natural, um pedaço de uma estrela ou de outro astro que realiza uma órbita ao redor da Terra e não possui luz própria, além de ser bem menor que esta.
Esse satélite natural influencia as marés, e sua história romântica e espiritual acompanha o imaginário do ser humano desde antigas eras, visto que várias sociedades assumiram ser a Lua o seu mais sagrado símbolo espiritual. Ela ensina sobre o tempo e é a força de comando no reconhecimento de um calendário que expressa os ciclos naturais.

A Lua Nova é quando a Mãe Lua se encontra mais oculta. Como não é vista em sua totalidade, ensina sobre o início de uma jornada, sobre a reunião interna e revela sua potência purificadora. Vai gerando no corpo físico a força de desintoxicação, ou seja, o que se encontra acumulado vai ser desagregado.

A Lua em fase crescente traz a potência de expansão das energias vitais, seja no reino mineral, vegetal, animal e no ser humano, quando as energias pulsantes vão sendo expandidas, continuamente, produzindo uma intensificação no desenvolvimento do organismo físico.

A Lua em fase cheia é o momento em que a Mãe Lua expressa sua expansão. Como ela atua no movimento das águas, produz efeito também na pressão arterial, já que o caminho do sangue é como o caminho dos rios, além de ser também a fase do parto, pois com a virada da Lua, a possibilidade de a mulher dar à luz aumenta consideravelmente.

Em fase Minguante um novo ciclo se inicia, a Lua volta a ser invisível e se alinha entre o Sol e a Terra. Tudo perde um pouco a intensidade e a importância. Aproveite esta fase e faça uma introspecção e autoanálise.

Lua, símbolo de inconstância e mutabilidade. Ela é a essência da nossa natureza emocional, determina as nossas necessidades básicas de nutrição e de segurança, revela as nossas manifestações inconscientes, determina como guardamos as impressões das experiências vividas, como é o nosso humor e como são as nossas reações.

A Lua é o pêndulo da Terra, exerce influência irrefutável, não só sobre nosso planeta, mas também na psique no espírito humano. Dentro da magia, desde tempos remotos aprendeu-se a reconhecer e utilizar os poderes mágicos da Lua. É um dos elementos mais importantes na análise astrológica, pois governa os nossos instintos básicos, a nossa maneira intuitiva de ser, o nosso lado mais sensível e emocional.

Rege a nossa alma, os nossos sonhos, as nossas fantasias e outras manifestações do “eu” profundo e inconsciente. Nosso lado mais intuitivo de ser, mais sensível e emocional.




(Ago/2015) - Misticismo


O misticismo não é nada mais do que a busca da comunhão com uma derradeira realidade, divindade, verdade espiritual ou Deus, através da experiência direta ou intuitiva. Define-se como um tipo de religião que enfatiza a atenção imediata da relação direta e íntima com Deus, ou com a espiritualidade, com a consciência da divina presença. É a religião em seu mais apurado e intenso estágio de vida.

Um meio pelo qual o indivíduo adquire uma consciência ou compreensão íntima, pessoal, da causa primeira de todas as coisas que podemos chamar Deus, mente divina, ou ainda, mente universal. O misticismo se ocupa da busca da verdade, de valores eternos.

O processo místico desencadeia uma nova visão da vida oferecendo consolo nos momentos de aflição ou esperança nos períodos de descontentamento, mais a segurança de que os problemas são superáveis.

O místico é aquele que aspira a uma união pessoal ou a unidade com o Absoluto, que ele pode chamar de poder cósmico, mente universal, ser supremo... A essência do misticismo é a experiência da comunicação direta com o ser superior. Uma busca para alcançar comunhão ou identidade consigo mesmo, com o divino, através da experiência direta e intuição.

Por definição natural, misticismo é a prática, estudo e aplicação das leis que unem o homem à natureza e ao ser superior. Ele vai além da religião tradicional, por permitir uma experiência direta e pessoal com a divindade ou com a espiritualidade em questão. O que fere os dogmas das maiores religiões do mundo, pois elimina a figura do intermediário. A iluminação ou a experiência mítica é o nome dado para o contato direto com a divindade, que é um estado de consciência no qual o indivíduo vislumbra tudo aquilo que está além do plano físico. Porém essa união com o todo só é possível através de uma dedicação espiritual que capacita o ser humano a se livrar das tentações mundanas.

As experiências místicas estão relacionadas às maiores religiões do mundo e também à cultura oriental, descrevendo situações de contato direto com Deus ou, pelo menos, essa sensação. Em busca de tal objetivo, o místico estuda as coisas divinas, para viabilizar o seu encontro direto com Deus.

Naturalmente, o misticismo se faz presente ao longo da história da humanidade, desde seu surgimento. As grandes religiões desenvolveram suas correntes místicas, e há muita lenda em torno de suas práticas.

Todas as religiões têm rituais, com símbolos, itens mágicos, instrumentos, evocações, orações e cantos. Tudo isso é magia, uma forma de liberar, absorver e direcionar energia para um determinado fim.

O misticismo significa essencialmente confiança na intuição. A intuição é uma operação da mente pela qual os resultados da inteligência são obtidos sem o uso da inteligência.




(Jul/2015) - Radiestesia


A radiestesia é a arte de se sensibilizar com radiações. Técnica que detecta, por intermédio de um instrumento (pêndulo), as radiações emitidas por qualquer corpo ou forma de energia. Com este método, pode ser feita uma diagnose energética da pessoa, encaminhando-a para o tratamento adequado a seu equilíbrio energético. O termo vem do latim radius, que significa radiação, e do grego aesthesis, que quer dizer sensibilidade, ou seja, sensibilidade à radiação. É cientificamente comprovado que todos os corpos emitem radiações na forma de ondas (vibrações), que nos rodeiam o tempo todo e estimulam, de forma contínua, nosso sistema nervoso, que as conduz ao cérebro, onde ficam registradas em nosso inconsciente, pois tudo vibra, tudo irradia no Universo, do exterior para o interior. Quando entramos em sintonia com as ondas externas, o cérebro as capta e manda a informação para o nosso inconsciente, e esse emite ondas internas, por meio da sensibilidade neuromuscular, provocando a reação externa em forma de movimentos nos instrumentos radiestésicos utilizados no momento (varinha, pêndulo, aurameter etc.).

A Radiestesia entende que vivemos em um universo energético, algo cada vez mais aceito pela ciência oficial, e que nos conduz a entender a existência de uma sutil comunicação entre o homem e aquilo que o cerca. Não é o pêndulo ou qualquer outro instrumento de Radiestesia que capta as energias; é algo muito mais fantástico e misterioso que faz este trabalho: a mente humana. Nosso corpo capta as informações vibracionais à nossa volta por nossos sensores celulares. Tais informações são armazenadas em nosso inconsciente e externadas pelo uso de instrumentos radiestésicos, por intermédio de uma linguagem pré-estabelecida pelo próprio radiestesista, chamada convenção mental. Este campo energético emitido por tudo possui diferentes graus; a energia emitida pela água, por exemplo, é diferente daquela emitida pelo chumbo. Ainda seguindo este raciocínio, podemos dizer que um órgão saudável possui um padrão de informações vibracionais diferente do mesmo órgão enfermo.

O pêndulo é um dos meios de que dispomos para falar com nossa mente inconsciente, e seu formato deve ser sempre simétrico, redondo ou alongado. Não importa se ele é de madeira, cristal ou metal. O importante é que deve ser uniforme, para que não haja desequilíbrio de peso em si mesmo.

Teoricamente, o pêndulo não erra, porque o inconsciente dá sempre respostas acertadas, desde que a pergunta seja feita à nossa mente inconsciente de forma precisa, para que a resposta seja positiva ou negativa, ou, ainda, com outras combinações previamente treinadas. Para se ter sucesso com a radiestesia, é preciso que a encaremos como arte e ciência ao alcance de todos. Temos que estudar e entender a nossa mente, mas, como este é um estudo profundo, as pessoas pouco gostam de fazê-lo e, então, justificam os resultados obtidos a dotes paranormais.

O que realmente faz o pêndulo se movimentar é nada mais do que o eu interior, o supraconsciente que tudo sabe e participa da força maior. O supraconsciente tem comunicação com o "inconsciente coletivo", onde está a sabedoria de todos os tempos e de todos os homens. É a mente superior que pode nos ajudar, desde que nos exercitemos a entrar em contato com ela e a treiná-la de maneira a controlar as nossas emoções e a eliminar nossos pensamentos negativos. É o que alguns estudiosos consideram o poder do Universo dentro de nós, e o que as religiões ensinam como partícula de Deus.

A princípio, a ciência radiestésica procura apresentar e desenvolver técnicas que permitam aprimorar a sensibilidade com a qual acionamos o poderoso manancial da nossa supraconsciência. Algumas pessoas possuem essa sensibilidade naturalmente muito desenvolvida, mas todos nós a utilizamos, através dos sonhos e da intuição.

Fazer emergir a luz necessária para a nossa própria vida e encontrar o equilíbrio, a harmonia e a paz são as chaves para o combate aos males físicos, emocionais e mentais, dos quais o homem ainda desconhece a causa, mas cuja cura, sem dúvida, virá do seu interior.

Os primeiros registros da radiestesia podem ser encontrados em inscrições rupestres datadas de 9.000 a.C., no Peru. Ali, podemos ver claramente um homem com aparência de feiticeiro empunhando uma forquilha (um dos mais antigos aparelhos radiestésicos). Existem também algumas referências bíblicas aos achadores de água e ouro que acompanhavam a rainha do Sabá, quando esta foi visitar Salomão.




(Jun/2015) - Constelações espirituais


Existem, nos espaços infinitos, grandes constelações espirituais, que servem de moradas para as almas que já se despojaram de todas as imperfeições da matéria e que vivem conforme as realidades espirituais. São os espíritos nobres, os benfeitores da humanidade que se revestem de humildade e paciência para lecionar e ensinar as verdades e belezas espirituais ao homem que ainda vive na Terra. Verdadeiros seres estelares que habitam a Terra...

Pleidianos – Normalmente encarnam em grupos de pleidianos, estão ligados a objetivos culturais, às artes, beleza, pintura, música, composição, desenho. Vivem em um estado diverso, como se estivessem em estado de graça o tempo todo, são bastante harmônicos, calmos e amorosos, principalmente com as crianças, pois vibram na mesma faixa. Amigáveis, pacíficos, prósperos, procurando atividades grupais ou projetos coletivos, para melhor desenvolver seus objetivos.

Orianos – Vieram em duplas mistas, uma feminina e outra masculina, para poder sobreviver na Terra. Têm preferência por trabalhar sozinhos, tomam decisões rápidas, olham as situações de forma abrangente, ou seja, do começo até o fim. Ligados aos esportes competitivos, às artes da guerra, apresentam grande vontade de se sobrepor aos outros, de conduzir grupos, bastante impositivos e autoritários. Têm como missão vivenciar o amor incondicional, a humildade, a serem mais flexíveis, a respeitarem o limite do outro, a raiva, a violência.

Arturianos – Normalmente encarnam isoladamente. Possuem uma música interior. Locomovem-se em ritmo próprio, normalmente realizam o seu percurso, gostam de trabalhar só, autossuficientes, centrados, pacíficos, criados na não violência. São harmoniosos, suaves, ligados à cor azul, às altas esferas espirituais, a mestres e seitas.

Alpha de Centauro – Polivalentes e provocadores de ação, eles se dão bem em qualquer área e com as outras civilizações; grandes telepatas, bastante intuitivos, inteligentes. São rápidos na aprendizagem. Bons gourmets, apreciadores da boa vida, centrados em suas posses; abundância e riqueza são importantes para eles.

Marcianos – Não encarnam em grupo, são poliglotas, criativos, gostam de viajar e de atividades ligadas ao voo (aviação), à geometria, à matemática, a esportes radicais, náuticos e à dança. Abertos a todo tipo de experiência. Trabalhar a realização da ação, a disciplina, a constância, a responsabilidade.

Sirius – São bons soldados, responsáveis pela continuidade da vida no planeta Terra, perante a Confederação Intergaláctica. Perseverantes, persistentes, possuem bons conhecimentos; inteligentes, procuram ações comuns. Suas missões são a visibilidade e as responsabilidades, dificuldades para tomada de decisões, de convivência em grupo e com cobranças.

Vega de Lira – Têm um ritmo próprio, tempo e espaço criados por eles. Ligados a esportes de caráter mais individualista, mais nobres como esgrima, ginástica olímpica, trapézio, ultraleve, o xadrez, alto poder de concentração.

Andrômeda – Foram colocados cerca de três mil em nosso planeta até o ano 2000. Vieram somente para iluminar, ligados a causas maiores, mística, grande poder mental, bons valores; destacam-se em todas as áreas, perfil de líderes.

Vênus – São os mais adiantados do sistema solar, são sensíveis, possuem premonições, sentem grande saudade do planeta de origem. São em pequeno número, espalhados pelo planeta, e têm dificuldade de se agrupar.

Espíritos e estrelas, sempre vida! O que se leva da vida é o que se é...




(Mai/2015) - Terapias psicoespirituais


Todos nós temos, ao redor do nosso corpo físico, um campo eletromagnético, composto por corpos sutis, que se denomina aura. As auras das pessoas e dos lugares funcionam como antenas que recebem e enviam mensagens entre si, que são decodificadas através da nossa intuição. Quando passamos por situações estranhas, energias desequilibradas se agregam à nossa aura e permanecem lá por muito tempo, provocando doenças. A terapia psicoespiritual tem por objetivo identificar a raiz dos problemas. Através de uma abordagem imparcial, tenta localizar se o desconforto é de ordem física, emocional, espiritual, de herança familiar, carma de vidas passadas ou obsessão espiritual. E, a partir daí, estabelece uma conduta de tratamento, para chegar à libertação das aflições humanas.

REIKI - Além de tratar dos aspectos físicos, buscam-se nesse trabalho as causas espirituais e energéticas das dores, desconfortos, repetição de padrões negativos, medos, dificuldades de relacionamento e toda sorte de eventos que impedem nossa felicidade e bem-estar. Mais do que a simples aplicação da energia Reiki, a Reikiterapia inclui uma conversa na qual a terapeuta faz uma avaliação energética e espiritual do consulente e orienta segundo as informações captadas.

ORIENTAÇÃO METAFÍSICA - Ninguém neste mundo tem autoridade para nos dizer o que devemos fazer. Mas há momentos na vida da gente que um bom papo ajuda, e muito! Faz clarear as ideias e nos permite ver velhos problemas sob novos ângulos. Surge, então, um novo ânimo e a coragem para tomar as decisões necessárias. Seguindo esta filosofia, são utilizados os recursos da numerologia, captação mediúnica e metafísica.

LIMPEZA ESPIRITUAL - Realizada presencialmente ou à distância, tem como objetivo limpar a aura da pessoa, o seu campo energético e retirar-lhe a sensação de “carregar o mundo nas costas”, bem como remover fluidos de negatividade tais como tristeza, desânimo, desmotivação, raiva, apatia ou vontade de isolamento social sem motivo aparente. Esta terapia destina-se a pessoas que sintam um desconforto permanente em “estar na sua própria pele”, com sintomas de cansaço e pouca energia, que absorvem muito facilmente a energia de ambientes e de outras pessoas.

BANHOS - Quando tomamos um banho de ervas, limpamos a nossa aura, fazendo com que ela volte a funcionar normalmente, e harmonizamos os nossos chacras, que são túneis por onde entram as energias no nosso corpo físico. Cada planta tem características próprias que interagem com as nossas energias, provocando as mudanças necessárias. As ervas podem limpar, energizar, melhorar nossa autoestima, tirar nosso cansaço etc.

CROMOTERAPIA - É um tipo de tratamento que consiste na utilização das cores, para curar doenças e restaurar o equilíbrio físico e emocional do paciente.

CRISTALOTERAPIA - Terapia feita através de cristais que possuem propriedades que devolvem o equilíbrio físico e espiritual, podendo até promover a cura de algumas doenças.

Aplicações:

- Podem ser usados para meditação, juntamente com incensos;

- Como amuleto; no cordão, na bolsa, protege contra mau-olhado, energias;

- Auxilia na cura, desde que energizada e aplicada no chacra a pedra associada ao combate da enfermidade;

- Em ambientes, promove a harmonia e paz para todos que ali estão;

- Potencializa a vidência; a bola de cristal, por exemplo, funciona como um canal de ligação entre nosso mundo e o astral.




(Abr/2015) - A nova era


Os grandes mestres da espiritualidade nos informam que a chegada do terceiro milênio indica um início de ciclo, período em que a humanidade terá novas metas a alcançar em sua teia evolutiva.

A Terra foi criada para ser uma escola a serviço da espiritualidade e atender às necessidades cármicas de muitos espíritos que se encontram em evolução na esfera do Universo onde ela se localiza.

Os homens devem entender que eles não são proprietários da Terra, só estão de passagem por ela. Da mesma forma que alguém que termina um curso não passa a viver na escola como residente, ou a leva nas costas para outro lugar, mas sim os ensinamentos ali adquiridos.

Em geral, os homens se prendem em demasia à matéria, esquecendo que existem outros planos superiores numa escala infinita, onde poderão realmente realizar os seus sonhos de paz junto a Deus.

A época atual é de transição; os elementos das duas gerações se confundem. As duas gerações que se sucedem têm ideias e pontos de vista opostos. Pela natureza das disposições morais, e, sobretudo, das disposições intuitivas e inatas, torna-se fácil distinguir a qual das duas pertence cada indivíduo.

Cabendo-lhe fundar a era do progresso moral, a nova geração se distingue por inteligência e razão geralmente precoces, aliadas ao sentimento inato do bem e a crenças espiritualistas, o que constitui sinal indubitável de certo grau de adiantamento anterior. Não se comporá de espíritos eminentemente superiores, mas dos que, já tendo progredido, se acham predispostos a assimilar todas as ideias progressistas e estejam aptos a secundar o movimento de regeneração.

Nova Era, uma nova consciência, para uma nova forma de ser espiritual. O típico da Nova Era é o espírito de individualismo que permite a cada um formular sua própria verdade religiosa, filosófica e ética.

Era de Aquário, fruto de uma nova consciência nos homens. Com ela, o homem vai se dar conta de seus poderes sobrenaturais e saberá que não há nenhum Deus fora de si mesmo. Cada homem, portanto, cria a sua própria verdade. Não há bem e mal, toda experiência é um passo para a consciência plena de sua divindade.

A natureza também é parte do único ser cósmico e, portanto, também participa de sua divindade. Tudo é "deus" e "deus" está em tudo. Todas as religiões são iguais e, no fundo, dizem o mesmo.

Há "mestres" invisíveis que se comunicam com pessoas que já alcançaram a nova consciência e as instruem sobre os segredos do cosmos. Todos os homens vivem muitas vidas, vão se reencarnando uma e outra vez, até alcançar a nova consciência e se dissolverem na força divina do cosmos.

As antigas técnicas de adivinhação e o espiritismo sempre provocaram a curiosidade das pessoas. A Nova Era tem assinalado um renascimento do interesse no ocultismo, na magia, na astrologia e nas práticas mediúnicas. São correntes que pretendem dotar o homem de poderes mentais e espirituais sobrenaturais e colocá-lo como dono absoluto de seu próprio destino.

A Nova Era apaga as distinções entre matéria e espírito, entre o real e o imaginário, entre o possível e o impossível.

O segredo é praticar o bem, sem ver a quem...




(Mar/2015) - A entrada do ano novo astrológico


O ano é um ciclo regido por estações, luas, marés, tempo de chuva e seca, frio, calor, flores e ventos, solstício, equinócio, por diferentes meses e fases. Nesse ciclo da caminhada, há momentos para celebrar a chegada do ano novo, que é diferente, de acordo com os calendários das culturas orientais e ocidentais. E março é o mês para comemorarmos o início do ano novo astrológico, com a chegada do outono, que traz consigo novos ventos com a energia do elemento fogo e do guerreiro Marte do signo de Áries.

O início do Ano Novo Astrológico é marcado pelo 0º de Áries. Nesse momento, o Sol sai do Hemisfério Sul e se encaminha para o Hemisfério Norte. Para nós, é o início do outono...

As sementes entram em descanso, para brotar na primavera, e, espiritualmente, pode se dar o mesmo, se estivermos voltados para o nosso desenvolvimento.

Ao nos abrirmos para o movimento de interiorização e reflexão, ao nos colocarmos dispostos a renovar e transformar o que for preciso, estaremos fazendo parte deste momento de fertilidade e posterior renascimento.

Aí, com toda concentração, nos prepararemos para uma nova fase de vida, uma atualizada percepção de nós mesmos, com os objetivos pertinentes em foco.

A energia cósmica disponível nesse momento especial é imensa, microcosmo e macrocosmo em intenso movimento espiralado, renovando.

O ano astrológico de 2015 começará exatamente no dia 20 de março, quando o Sol chega ao grau zero de Áries.

Então, para 2015 podemos esperar mudanças equivalentes ao enunciado em anos anteriores, a todos os níveis: pessoais, territoriais, geográficos e espirituais. Estejamos atentos!

Marte em Áries indicará energia, iniciativa, coragem e impulsividade. O impulso de realizar coisas leva à criatividade e ao início de muitos novos projetos. Há capacidade de liderança, no sentido de que as pessoas podem tomar iniciativas dando entusiasmo aos outros. Elas terão um grande desejo de serem as primeiras.

Contudo, nem todos terão a habilidade de organização de Capricórnio e a persistência de Leão; assim, podendo não manter o seu interesse e entusiasmo em tempo suficiente para terminar um projeto. As crianças, durante este ano, devem aprender a concluir as suas tarefas.

A posição de Marte no signo de Áries cria pessoas teimosas e independentes. Elas não irão tolerar oposições ou interferências. A posição pode levar ao sucesso, se os nativos puderem aprender a pensar antes de agir; do contrário, a ação cega pode conduzir a perigos e enganos.


Semeai um pensamento e colhereis uma ação; semeai uma ação e colhereis um hábito; semeai um hábito e colhereis um caráter; semeai um caráter e colhereis um destino.

Feliz Ano Novo Astrológico!




(Jan-Fev/2015) - Previsões do baralho para os signos em 2015


Afirma-se que, na China, em 1120 a.C., placas arredondadas foram desenvolvidas como oráculo para resolver situações obscuras da humanidade, sendo elaboradas de diversas matérias-primas como a madeira, lascas de pedras e até mesmo fibras de plantas. Mais tarde, foram introduzidas figuras das dez encarnações de Vishnu, deus do hinduísmo. No século XVI, essas placas sofreram outras mudanças, configurando-se o baralho comum, mantendo-se sua característica oracular. Agregou-se ao jogo a diversão. Assim, o baralho percorreu o mundo por intermédio do povo cigano, com suas tradições, segredos, mistérios e magias. Dois séculos depois, foi adaptado o velho baralho, dando-lhe leveza e harmonia, classificando-o como baralho cigano.

Na tradição cigana, as cartas são lidas pelas mulheres, sobre as quais acredita-se que tenham a capacidade de absorver a energia que emana da Lua. As cartas ciganas dão orientações importantes para se vencer na vida e superar os desafios.

Áries – As Alianças: no amor, as relações têm tudo para dar certo, basta apostar na cumplicidade. No trabalho, a dedicação à vida profissional será notada e a tão sonhada conquista estará com os dias contados.

Touro – O Chicote: no amor, deixe o orgulho de lado e faça o que estiver ao alcance para ter harmonia no relacionamento. No trabalho, aprenda com os erros e cuidado com as ambições exageradas.

Gêmeos – O Cigano: poder de atração em alta. Cuidado com os ciúmes e a mania de controlar as situações, pois isso pode trazer problemas aos relacionamentos. No trabalho, terá que ter muita disposição para dar conta da dura jornada.

Câncer – A Carta: no amor, diálogo sempre. Cuidado com notícias do passado. No trabalho, poderão surgir mudanças inusitadas que mexerão com o dia a dia.

Leão – Os Caminhos: com sabedoria, conseguirá fazer escolhas e dar um tom mais sério ao relacionamento. No trabalho, estabeleça metas, direcione suas energias e, assim, alcançará o que tanto deseja.

Virgem – A Serpente: não permita que a raiva e a intriga prejudiquem seu relacionamento. No trabalho, aja com discrição e siga seu caminho.

Libra – A Lua: pense bem o que você sente e cuide de seus segredos. No trabalho, mudanças inesperadas irão ocorrer e você ficará em evidência.

Escorpião – O Cavaleiro: aja com mais confiança e vontade no romance. Lute pela felicidade. No trabalho, algumas possibilidades aparecerão, e seu sucesso estará garantido. Fique atento.

Sagitário – O Coração: não exija da sua cara-metade o que ela não pode oferecer. Nem sempre a sintonia é a mesma. Invista na conquista. No trabalho, procure não agir com a emoção e tente ser racional, avaliando as situações.

Capricórnio – Momento de transição, tenha paciência. No trabalho, aposte na praticidade e não marque bobeira. Invista no seu talento e receba o reconhecimento que merece.

Aquário – Para quem estiver sozinho, novidades... Ciclo novo se iniciando. No trabalho, mudanças radicais a caminho. Aposte!

Peixes – Paz e emoções jamais vividas. No trabalho, envolva-se com o que faz e não dê ouvidos a comentários alheios. Faça a diferença!

Ser cigano é ser alegre. É viver mais fácil. É acreditar sem ver! Feliz 2015 a todos.




(Jan-Fev/2017) - 2017, Astrologicamente falando


Como já dito anteriormente, encerramos um ciclo de 36 anos do Sol, e quem está assumindo o comando, daqui para a frente, é Saturno. Um tempo pautado por mais perseverança, sabedoria e disciplina começa a partir de agora.

Pelo tarô, 2017 será regido pela carta da fortuna. Apesar de esta carta lembrar dinheiro, ela fala sobre a sorte e as oportunidades que a vida oferece. Será um período rápido, instável, em que cada um precisará saber o que quer, para não se perder no meio deste movimento. O ano pedirá decisões com agilidade, controle das emoções e foco.

Falando de numerologia, o ano será comandado pela energia do número 1. Esse número revela o início, a tentativa, o despertar e a possibilidade de avançar positivamente rumo a um objetivo de maneira corajosa e independente. É o momento de comandar a situação, eliminar os medos e enfrentar os obstáculos de corpo e alma.

Falando pelas runas ligadas a Saturno, temos Hagalaz e Gebo.

Hagalaz tem a força energética da natureza e trará energia a 2017, para combater o ódio e prover justiça. Requer aceitação e flexibilidade. Hagalaz é a proteção, a justiça, é o despertar para a vida. É comparada aos “Olhos de Deus”. Se soubermos respeitar e merecer a sua força, seremos agraciados e protegidos por ela.

Já Gebo trará a energia das associações, da convivência e do amor. Rege solidariedade e facilidade em obter parcerias. Gebo indica união: duas linhas entrelaçadas se apoiam mutuamente. É a runa do amor, do equilíbrio e da confiança. São duas energias distintas unidas, mas sem perder a identidade. Gebo vem para trazer harmonia em todos os tipos de relacionamentos, promover parcerias. Amor, solidariedade, compreensão, equilíbrio, receptividade, união, convivência, associação e harmonia.

Para o baralho cigano, este é um ano de muita força da Terra pela astrologia ocidental e também um ano de muita força cigana. Assim, toda pessoa que tem linha cigana, proteção das linhas do Oriente e tem um carma de andarilho pela terra tende a ter seu carma testado pela vibração do Oriente. No horóscopo Cigano, teremos a regência da Ferradura, que, por sua vez, é regida pelo Cigano Ramur, tendo correspondência com a carta do Chicote do baralho cigano e se refere a ajustar e frear aquilo que está sem rumo ou mal organizado.

Ano do Galo no horóscopo chinês, será preciso ter jogo de cintura. Sua regência começa dia 28 de janeiro e termina em 15 de fevereiro de 2018. Este signo chinês simboliza virtudes, coragem, bondade, confiança e proteção. Ele representa a precisão, a perfeição e se associa ao tempo e à vigilância. Será um ano dinâmico, intenso e emocional, que exigirá disciplina para atingir as metas.

Vamos seguir e partir para um ano de amor, felicidade e muitas realizações.




(Dez/2014) - Paixões, surpresas e conquistas para 2015


O ano é de Marte!

Marte será o planeta que irá reger 2015, estimulando a concretização de sonhos e objetivos. Um ano de agitação, ação e iniciativa. Marte chega com sua vibração guerreira, trazendo uma grande dose de vigor para todos os signos.

Ano guiado por Ogum e Iemanjá. Isto significa que as pessoas se sentirão com mais vontade de iniciar uma atividade – seja na vida pessoal, profissional ou afetiva.

Ogum é tido como guerreiro, do elemento fogo, por isso tem como característica a iniciativa, a força da ação e a combatividade. Sendo assim, no ano regido por Ogum, as pessoas receberão essa força de vontade para atualizar novos projetos e retomar aquilo que ficou parado. A maioria das pessoas sentirá vontade de arregaçar as mangas e recomeçar. Ogum representa a luta, a batalha, a guerra, nossa necessidade de ser perseverante perante os problemas e dificuldades que se apresentarem, pois somente o insistente, o lutador, o trabalhador que arregaçar as mangas terá vitória este ano.

Iemanjá representa as oportunidades, abertura de negócios, trabalhos, realização pessoal, a necessidade de paz, mas, acima de tudo, o dedinho da consciência em nossas mentes. O momento será de pensar e refletir atos e ações, de tomarmos novos caminhos, focados na razão e no entendimento.

Um ano de movimento, lutas, consciência e vitórias. Todos, sem exceção, deverão se preparar: Ogum e Iemanjá passarão a influenciar e interferir no destino das pessoas.

Elementos do ano, Terra e a Água (Ogum e Iemanjá, respectivamente) são passivos e femininos. 2015 pedirá entendimento, diálogo, conversa. Evite brigas, discórdias e ações impulsivas.

Personificando a maternidade, Iemanjá influenciará os relacionamentos familiares, favorecendo a casa, as empresas e os núcleos sociais.

Poderão acontecer separações, casamentos desfeitos ou relações amigáveis estremecidas. Será preciso muita paciência para manter a harmonia familiar.

Haverá viradas de mesa e muitas decisões poderão ser revistas, pois algumas delas poderão acarretar prejuízos financeiros.

Para os que sonham iniciar projetos ou empreender novos negócios, a sugestão é fazê-lo no primeiro e último trimestre de 2015, levando em consideração os cuidados com os investimentos ou com a falta de planejamentos.

Pelo horóscopo chinês, 2015 será o ano da cabra. Esse período será de paz e harmonia entre as pessoas, favorecendo os laços afetivos. Ano que estimulará todos a colocarem seus projetos em prática, ano da criatividade, em que o sucesso dependerá da disciplina e coragem.

Na Astrologia, a posição do Sol no dia e mês em que você nasceu determina sua missão na Terra. As principais qualidades do seu signo solar ajudam você a evoluir, fazendo de você muitas vezes referência para as pessoas de seu convívio. Então, segue o recado dos astros para 2015:

Áries – Momento de unir esforços;

Touro – Empenhe-se em tudo que quer alcançar e mostre às pessoas a batalhadora que é;

Gêmeos – Valorize suas ideias e crie condições de desenvolver seus talentos;

Câncer – Aprenda com os erros, ajuste o que for preciso e vá atrás do que quer;

Leão – Invista em estudos, novos conhecimentos e amplie seus contatos;

Virgem – Batalhe por seus interesses e dê mais atenção às suas necessidades básicas;

Libra – Hora de cuidar da sua imagem, fazer o que lhe dá prazer;

Escorpião – Mostre que tem atitude e firmeza. Explore sua capacidade de superação;

Sagitário – Aumente a integração com as pessoas que inspiram em você estima e consideração;

Capricórnio – Não adie suas ambições, tenha confiança em seu taco;

Aquário – É hora de focar em seu crescimento e aperfeiçoar seus talentos;

Peixes – Elimine o que te afasta de seus sonhos. Não se contente com pouco.

Cores do ano – Vermelho, azul e prata.

Força e Ousadia! Não tenha medo de buscar o que você ambiciona...

Feliz 2015 a todos.




(Nov/2014) - Reinos elementais - as forças da natureza


A espiritualidade não é uma religião ou uma filosofia espiritual, mas um estado de espírito. O ser espiritualizado não é necessariamente aquele que realiza práticas dentro dessas mesmas filosofias ou religiões, mas é aquele que conhece as leis universais e as pratica como regra de vida.

Não fazer para o outro o que não quer que façam para você e amar ao próximo como a si mesmo são as principais entre essas leis universais. Algumas outras igualmente importantes: a lei de causa e efeito – também conhecida como a lei do carma; a lei do mentalismo, que diz que o universo é mental, pois tudo se processa pela influência dos nossos pensamentos; a lei da evolução constante: haja o que houver, o universo não para, pelo amor ou pela dor, precisamos evoluir na mesma direção.

Os elementais são seres que governam e estimulam os quatros elementos da natureza: Terra, Ar, Fogo e Água. Eles desenvolvem, sustentam e protegem plantas, animais e cristais, provocam tempestades, ventanias, incêndios e diversos tipos de acidentes naturais. Não porque sejam maus, mas sim para cumprir com a vontade da Divindade ou para reagir à destruição descontrolada e irracional que causamos ao planeta.

É claro e urgente o chamado de nosso planeta: precisamos restaurar o equilíbrio. Quando conquistarmos esse equilíbrio, deixaremos a vida fluir, não brigaremos com situações que não podemos mudar, não tentaremos mudar o ritmo das pessoas para se adaptar ao nosso, não sofreremos por pessoas e situações que se afastam, pois entenderemos que o desapego é também necessário.

Quando falamos da natureza, inevitavelmente identificamos os quatro elementos como parte integrante da sua estrutura, não só do próprio planeta, mas também como reflexo dos vários planos de existência do ser humano. Uma das formas de se conquistar esse equílibrio é harmonizar os quatros elementos dentro de nós: o elemento Terra, representa a estrutura do corpo físico e respectivas sensações; o elemento Água está relacionado com a bioquímica, as emoções e os sentimentos; o elemento Fogo dirige-se à energia e intuição, ao plano espiritual; o elemento Ar se reporta à mente: pensamentos, entendimento e conhecimento.

Terra, Ar, Fogo e Água são essenciais para que possa existir vida e a mesma se desenvolva. O elemento Terra nos oferece a sua estrutura, o planeta, a matéria da qual o corpo se constitui; enquanto o elemento Água lhe acrescenta vitalidade, poder de crescimento, regeneração e reprodução. O elemento Ar eleva o ser humano além do mineral e do vegetal, recordando-nos que a Terra é tão mais fértil quanto mais arejada pelos ventos que nela circulam. O ar é o elo entre os mundos visível e invisível. No homem, implementa o movimento de renovação: o processo de respiração que transporta o oxigênio, essencial à sobrevivência e reprodução das células. Quanto mais renovado, mais capacidade funcional tem o plano mental (ideias, criatividade, imaginação). Na realidade, só podemos criar quando nos libertamos do velho e já estabelecido, para aceitar as novas formas de pensar, ser e estar. Pelo elemento Fogo, o indivíduo entende que é o calor do Sol que faz germinar e crescer as plantas e as árvores. É a mesma energia que aquece os seus processos físicos e eleva o seu entusiasmo, levando-o a vivenciar emoções como alegria ou explosões de raiva, a necessidade de intervenção no próprio meio ou de superar a si mesmo. Ao simbolizar a vertente espiritual do ser humano, o fogo transformador e transmutador representa que somos os únicos seres que alcançam a consciência do seu processo de envelhecimento. Devemos usar todo o conhecimento espiritual para nos libertarmos, para sermos mais felizes e, principalmente, para nos amarmos e amarmos o nosso próximo cada dia mais. Sempre que esse movimento abençoado estiver acontecendo, poderemos ter a garantia de que estaremos no caminho certo, navegando a favor da correnteza universal de evolução para o amor e para o bem maior.




(Out/2014) - A espiritualidade dos animais


Os animais possuem uma alma, um princípio inteligente ou espiritual individualizado, que reencarna, evolui, progride e traz em si mesmo, como todo princípio inteligente. Segundo a filosofia espírita, a evolução humana se inicia no nível da simplicidade moral e da ignorância intelectual, mas é antecedida por estágios evolutivos nos reinos inferiores da criação, do mineral às plantas, das plantas aos animais e dos animais ao reino humano.

A ligação entre um animal de estimação e seu cuidador é frequentemente forte, pois animais ressoam conosco de uma forma profunda, o que poucos humanos conseguem. Isto é devido ao fato de que os animais não têm um ego. Eles não têm "coisas" no caminho do seu amor e sua ligação com o Divino. Amam incondicionalmente e estão constantemente fazendo serviços para nós de forma que muitas vezes não reconhecemos.

Quanto mais estamos abertos aos dons espirituais que nossos animais de estimação trazem para nós, mais eles podem compartilhar seus dons. Animais, pela sua natureza, transmutam a energia desarmônica de estresse. Eles são como faxineiros espirituais que entram em nossa consciência e enxugam as gotas do tumulto emocional derramado que o dia deixa para trás.

A consciência do ser humano é espelhada pela consciência do animal. Quando estamos prestes a dar um salto na consciência, um animal pode entrar em nossa vida, para representar essa mudança e para ajudar nessa transição. Se já temos animais de estimação e estamos passando por uma transição, por vezes o animal pode ter um problema de saúde, pode fugir ou até mesmo morrer.

Uma vez que os animais nos ajudam a transmutar nossa infelicidade e negatividade, nos tornamos uma pessoa de maior qualidade. Quando estamos receptivos e conscientes do trabalho subconsciente que nossos animais de estimação estão fazendo, vamos estar mais dispostos a servir e cuidar deles, o que ajuda a acelerar a sua evolução da alma. É uma situação ganha-ganha.

O cachorro busca sempre em um ambiente os locais de maior concentração de energia positiva. Em toda ocasião, é sempre bom estar atento ao cão, em toda sua forma de agir, desde a mais óbvia até a inexplicável. Se ele late para as paredes e lugares vazios, é hora de providenciar uma limpeza energética para o ambiente. Acariciar um cachorro é como se descarregássemos nossa energia em um ímã. Além do convívio e da alegria, esse animal nos presta o favor da limpeza, nada nesta Terra está desprovido de propósito do Divino.

Quem não se relaciona bem com o próprio inconsciente não topa o gato. Ele aparece, então, como ameaça, porque representa essa relação precária do homem com o (próprio) mistério. Ele vê além, por dentro e pelo avesso. Relaciona-se com a essência. Se o gesto de carinho é medroso ou substitui inaceitáveis (mas existentes) impulsos secretos de agressão, o gato sabe. E se defende do afago.

A relação dele é com o que está oculto, guardado e nem nós queremos, sabemos ou podemos ver. Por isso, quando surge nele um ato de entrega, de subida no colo ou manifestação de afeto, é algo muito verdadeiro, que não pode ser desdenhado. É um gesto de confiança que honra quem o recebe, pois significa um julgamento.

O gato vê mais e vê dentro e além de nós. Relaciona-se com fluídos, auras, fantasmas amigos e opressores. O gato é médium, bruxo, alquimista e parapsicólogo. É uma chance de meditação permanente a nosso lado, a ensinar paciência, atenção, silêncio e mistério.

O homem não sabe ver o gato, mas o gato sabe ver o homem.

Os seres humanos têm um ego mais desenvolvido do que os animais, e é óbvio que o nosso ego pode nos ajudar ou nos prejudicar. Devemos usar nossa força de vontade sabiamente. Aprendemos a ser humildes na presença de animais, para nos tornarmos mais amáveis e menos egoístas. Através de nossos animais de estimação, podemos aprender a aproveitar a energia do nosso ego para realizar ações positivas e construtivas.

Todos os animais nascem iguais perante a vida e têm os mesmos direitos à existência...




(Set/2014) - Crianças arco-íris – a nova geração de luz


Para muitas tribos antigas, o arco-íris tem um significado especial, pois é um ponto focal da crença espiritual. É a crença de que o arco-íris é um sinal da beleza e graça que é o Grande Espírito, o nosso Criador, e ele nos incute um sentimento de esperança e amor. Se levarmos em conta esta crença e a aplicarmos às crianças da nossa Terra, reconhecemos que estes seres maravilhosos são um reflexo direto da beleza e da graça do Grande Espírito. Crianças Arco-Íris são a designação para um grupo recente de crianças que reúne as qualidades mutantes dos Sete Raios. Essa linha de crianças possui uma grande similaridade com a linha Cristal, porém neste caso a egrégora dos Sete Raios está bem mais definida, e são grandes instrutores da espiritualidade, que vieram à Terra ajudar nos respectivos ajustes para possibilitar a chegada das crianças Douradas, na forma de avatares maiores. Importante salientar que não existe uma linha de melhor ou pior entre essas almas, como já tem surgido entre os meios de comunicação esotérica. Cada uma delas cumpre uma missão em conformidade com a sua capacidade de realizar uma tarefa. Ninguém é melhor do que o outro, no entanto cada uma dessas almas possui a responsabilidade de realizar algo. As crianças arco-íris são a terceira geração de crianças especiais que vieram para ajudar a humanidade a evoluir. Elas são diferentes das crianças índigo e cristal, tendo algumas características interessantes a mais. Como o nome indica, crianças arco-íris vieram para a Terra com mais cores do espectro. Elas nascem da nona dimensão de consciência, a dimensão da consciência coletiva. Trazem muita alegria e harmonia para suas famílias, nasceram para sorrir, acompanhadas pelos seus corações imensos, que são cheios de perdão e se recuperam de estados emocionais negativos rapidamente. Esta é uma chave importante que elas possuem, a maestria das emoções. Crianças arco-íris são médiuns e têm a habilidade de ler as emoções das pessoas. Este dom é revelado geralmente quando elas crescem.

São médiuns e talvez até mais; elas possuem uma grande força de vontade e personalidade forte. Seus dons não param por aí. Elas são conhecidas por serem curadoras naturais e materializadoras instantâneas. Diz-se que qualquer coisa que desejam conseguem materializar imediatamente.
Como seria esperado, possuem uma conexão com as cores. De fato, elas ressoam de acordo com as cores à sua volta. São atraídas pelas cores, ambientes coloridos e roupas brilhantes e em cores. São crianças com energia muito alta, e seu entusiasmo é demonstrado pela sua criatividade. As crianças arco-íris são as construtoras do novo mundo e utilizam-se da vontade divina. Em idade muito jovem, elas são capazes de expressar suas necessidades e desejos. Realmente possuem um grande poder pessoal; podem ser mal interpretadas, como teimosas; nascem com sabedoria de caráter para integração. Isto vai se desenvolver dependendo dos seus pais, porque este caráter de integração pode mudar, se há uma programação negativa para a criança. Com grande grau de imunidade, a maioria das crianças arco-íris é capaz de lidar com células mutantes e produtos alimentícios que podem nos envenenar. Esta é considerada uma habilidade muito importante, pois a maioria das pessoas pode não reconhecer as toxinas contidas em fast foods, e as crianças arco-íris conseguem processar este tipo de comida, sem problemas. Isto acontece por conta do sangue da criança arco-íris, que tem a capacidade de limpar toxinas e bactérias indesejadas na comida e no ar.
Surpreendentemente, elas nascem sem carmas, gozam da vida na Terra aprendendo sem nada que as prenda ao passado. Isto ocorre porque elas não passaram por nenhum ciclo reencarnatório. Com uma alta frequência de energia espiritual e física, são muito hiperativas. Podem correr durante a noite inteira e cansam as pessoas em volta. Este é um problema que os pais das crianças arco-íris podem enfrentar. O propósito delas é completar os estágios finais dos fundamentos que as crianças índigo e cristal fizeram. Os três tipos – índigo, cristal e arco-íris – têm tarefas diferentes. As crianças índigo vieram para quebrar os paradigmas do pensamento tradicional. As crianças cristal vêm construir seus fundamentos após os paradigmas serem quebrados. Finalmente, as crianças arco-íris vêm para terminar de construir o que as crianças índigo e cristal começaram.
As crianças arco-íris ainda estão começando a aparecer neste planeta e chegarão como filhos das crianças cristais, quando a humanidade aumentar sua frequência vibracional até o conceito universal de unicidade. São perfeitamente equilibradas em suas energias masculinas e femininas. Têm confiança, sem serem agressivas; são intuitivas e médiuns, sem esforço; são mágicas e podem curvar o tempo, se tornar invisíveis e ficar sem dormir ou comer. A sensibilidade das crianças cristal as faz vulneráveis a alergias e dermatites. Os anjos dizem que as crianças arco-íris superarão isto... As crianças arco-íris não têm carma, portanto não precisam escolher infâncias conturbadas para seu crescimento espiritual. As crianças arco-íris agem com pura alegria e não por necessidade ou impulso. Os bebês serão reconhecidos porque sua energia é de dar-se para os pais e não de necessidade. Os pais vão perceber que não conseguem dar mais para as crianças arco-íris do que elas lhes dão, porque estas crianças são um espelho de todas as ações e energias de amor. Quaisquer pensamentos, emoções e ações de amor que você mande para elas, elas aumentam e retornam cem vezes mais. Quando a Terra estiver morrendo, há de surgir uma nova tribo de todas as cores e de todos os credos. Esta tribo será chamada de Guerreiros do Arco-Íris e colocará a sua fé em ações e não em palavras. Imagine você com um poder incandescente, iluminado e, quem sabe, comunicando-se com Deus e seus mensageiros para sempre...




(Ago/2014) - A importância do anjo da guarda em nossas vidas


Os Arcanjos Celestes são seres importantíssimos na criação, pois uma das suas funções é manter o equilíbrio e a harmonia no meio onde atuam. Os anjos são, por assim dizer, auxiliares dos arcanjos. Isto não significa que são menos importantes, principalmente quando falamos dos anjos de guarda que possuem a desgastante missão de nos conscientizar e nos manter em equilíbrio, em harmonia conosco, com o meio e com o Universo, guardando-nos e protegendo-nos de possíveis ataques espirituais de ordem negativa.

Como o nosso anjo nos acompanha diariamente, inclusive nos nossos trabalhos espirituais, muitas vezes “enfraquece-se” devido ao desgaste progressivo das suas vibrações. Assim, o nosso anjo precisa de energia para estar firme conosco, no nosso plano, pois para que ele se conecte conosco é necessário, da sua parte, um rebaixamento das suas vibrações. Muitas vezes isso não é possível, pois o nosso campo magnético e energético está fraco, negativado ou denso, o que nos afasta dessa importante força de auxílio. Saiba que não é o nosso anjo que se afasta de nós, mas somos nós que nos afastamos do nosso anjo. Quando isso acontece, o nosso anjo precisa de uma “dose” extra de energia que precisa “buscar” no nosso plano material, por ser mais efetiva devido à nossa densidade vibratória. Por este motivo, um assentamento do nosso anjo da guarda é um reforço bastante eficaz no fortalecimento dos laços que nos unem, pois estreita a nossa ligação. Por isso é aconselhado muitas vezes, manter sempre firmada uma vela para o nosso anjo da guarda, para que ele possa trazer equilíbrio, força, harmonia e proteção na nossa vida.

Os anjos são criaturas pessoais e imortais, puramente espirituais, dotados de inteligência e de vontade e superam em perfeição todas as criaturas visíveis. Desde o início até a morte, a vida humana é cercada por sua proteção. Cada ser humano é ladeado por um anjo como protetor e pastor para conduzi-lo à vida. Eles nos protegem, iluminam, governam nossas vidas... Então, nada mais importante que ter uma vida de intimidade com nosso anjo da guarda, invocá-lo constantemente e colocar-se debaixo de sua proteção. Alguns Anjos:

Rochel - Ajuda a encontrar os objetos desaparecidos e mostrar quem os escondeu ou roubou. Influencia na obtenção de renome, fortuna e sucesso na economia, política e justiça;

Ierathel - Ajuda a confundir os conspiradores, protege contra as pessoas que nos atacam judicialmente, interfere na propagação das luzes e na libertação da sociedade;

Mebahiah - Ajuda a ter consolação e poder para vencer em qualquer tipo de atividade. Favorece também a proteção às crianças;

Ysalel - Facilita nas amizades e atua na felicidade conjugal. Auxilia na fácil compreensão de todas as situações;

Veuliah - Destrói as forças dos inimigos e liberta os escravos, as pessoas deprimidas ou com vícios. Influencia na prosperidade das empresas e fortifica os que ocupam posição de destaque;

Vehuiah - Invoca-se este anjo para empreender e executar as coisas mais difíceis;

Lecabel - Protege as pessoas que trabalham com a agricultura e é invocado para se obter luzes na resolução dos problemas mais difíceis;

Iah-Hel - Ajuda a obter sabedoria, auxilia no aparecimento de idéias luminosas e a apaziguar a violência do mundo. Favorece as pessoas para que vivam de modo correto e honesto;

Pahaliah - Ajuda a descobrir todos os enigmas das religiões e auxilia a conversão dos povos ao cristianismo. Domina a religião, a moral, a teologia e ajuda a encontrar a vocação certa;

Daniel - Auxilia a obter a misericórdia de Deus e a ter consolação. Favorece a justiça, o clero e a magistratura. Dá inspiração para não ficar indeciso ou embaraçado pelos mais diferentes motivos;

Cahetel - Invoca-se este anjo para obter a proteção de Deus, para inspirar o homem a elevar-se a Deus, para agradecer os bens de consumo provenientes da Terra. Exerce domínio sob a produção agrícola, principalmente as que são necessárias para a sobrevivência de homens e animais;

Haamiah - Quem nasce sob esta influência, servirá a Deus devido à sua grande inteligência e consciência adquirida através de estudos.

Oração ao Anjo da Guarda

Santo Anjo do Senhor, meu zeloso guardador, já que a ti me confiou a piedade divina, sempre me rege, me guarda, me governa e ilumina. Amém.




(Jul/2014) - Cromoterapia


A cromoterapia é um tipo de tratamento que consiste na utilização das cores para curar doenças e restaurar o equilíbrio físico, espiritual e emocional do paciente. A palavra tem origem no grego khrôma, que significa cor.

No antigo Egito, as cores, através dos raios solares, já eram usadas para o benefício do ser humano, mas a cromoterapia só chegou ao Ocidente no século XIX. Nos dias de hoje, a cromoterapia está relacionada com as sete cores do espectro solar. Ligada com algumas práticas esotéricas, como o Feng Shui, os cristais e a astrologia, as sete cores usadas na cromoterapia estão diretamente ligadas aos chacras, que são considerados campos de energia que têm influência nas nossas emoções e corpos. No ensinamento ocultista, a cor, o som e o aroma são os três remédios básicos contra as doenças humanas. O método de cura vem a ser a criação de harmonia e de equilíbrio na mente e no corpo. Qualquer interferência na harmonia do corpo, venha de fora ou de dentro, de uma infecção ou lesão, do medo ou de pensamento errado, leva as forças da natureza a atuar, para provocar a cura. Toda cura depende da atitude mental da pessoa.

O significado de algumas das cores usadas na cromoterapia:

Vermelho: é uma cor poderosa e deve haver precauções no seu uso, pois em excesso é capaz de provocar nervosismo e ansiedade. Pode, também, despertar a sexualidade e erotismo. Área de atuação: ativa a circulação e estimula o sistema nervoso. O vermelho está ligado ao chacra básico, que está localizado no baixo-ventre e que comanda a coluna vertebral;

Laranja: é uma cor alegre e antidepressiva. Área de atuação: rejuvenesce e melhora o metabolismo e o sistema digestivo. Pode elevar a pressão sanguínea. Corresponde ao chacra umbilical, que comanda as ações relacionadas com o sexo. Influencia o processo de tomar decisões;

Amarelo: é uma cor inspiradora e, por isso, pode provocar alguma distração e perda do foco. Esta cor influencia o dinamismo e a capacidade de expressão. Área de atuação: olhos, ouvidos, ossos e tecidos internos. Está ligada ao chacra plexo solar que rege o estômago e corresponde ao poder pessoal e satisfação;

Verde: é uma cor associada à natureza, tranquilidade, equilíbrio e saúde. Área de atuação: problemas cardíacos, dores de cabeça, insônias etc. É uma cor referente ao chacra cardíaco, que comanda o coração e o sistema circulatório;

Azul: é uma cor relaxante, que traz paz, serenidade e promove a meditação. Área de atuação: baixa a pressão arterial, tem função analgésica. Corresponde ao chacra laríngeo, que atua no sistema respiratório e faz a gestão da expressão verbal;

Índigo: é uma cor que simboliza a intuição e a compreensão. Área de atuação: purifica o sangue e tem um efeito anestésico e coagulante. É representada pelo chacra frontal, localizado no centro da testa e que controla o sistema nervoso;

Violeta: é uma cor relacionada com a estabilidade e paz na consciência. Promove a concentração e eleva a autoestima. Área de atuação: acalma os nervos e os músculos do corpo, e elimina infecções e inflamações. O chacra correspondente é o coronário, localizado no alto da cabeça e que está relacionado com a concentração e espiritualidade.




(Jun/2014) - Magia das fadas


As fadas são seres de luz. São elas que se transformam nas cintilações quando a luz do Sol bate na água. Fala-se com fadas, assim como com duendes, por meio de gestos. Quando você molha seu jardim, suas fadas locais ouvem seu cuidado. Quando você inspira a felicidade de estar vivo ao sol, no vento, entre os aromas da primavera ou verão ou inverno ou outono, elas rodopiam alegremente à sua volta, como minúsculos insetos rodopiam e dançam no ar no fim das tardes. Elas adoram os sons de coisas vivas, desde rãs até pássaros, passando pelo zumbido dos insetos. Quando

você aprecia o que está vivo, comunica essa alegria diretamente a elas, que respondem com pequenos afagos. Adoram crianças de todos os tipos e vivem em suas auras, revigorando, fazendo reluzir sua beleza e rindo seus risos miúdos e poderosos de puro deleite. Embora você possa chamar qualquer tipo de fadas a qualquer momento, enquanto está realizando seus rituais ou trabalhando com magia, e pode usar as suas energias, o melhor momento para invocar as fadas é durante os equinócios e os solstícios. Os melhores horários são: ao amanhecer e ao anoitecer, meio-dia e meia-noite. Nessas horas você cria um contato mais natural e no tempo que elas preferem. Para atrair a atenção delas, use as ervas: alecrim, lavanda e calêndula.

Símbolos: o símbolo usado para invocar fadas é “heptagram”, que é uma estrela de sete pontas, usada para rituais em rio/águas e magia de fadas. Essa estrela também tem um poder dos sete planetas e dos sete dias da semana, representando um ciclo. Lembre-se sempre de agradecer às fadas por responderem à sua intimação ou empréstimos à sua energia para a elaboração de sua magia, deixando moedas de prata ou uma taça de doce de leite, quando se retirar. Procure ter flores por perto; amor-perfeito elas adoram, e também gostam de tudo que brilha, como joias e espelhos, mas sempre de tamanho pequeno. O importante é você perceber que seus rituais realizados com a presença das fadas e com seus agradecimentos a elas fluem muito mais rápido e com qualidade. Lembre-se: sempre agradeça a presença delas, mesmo que não consiga identificar se estiveram junto em seus rituais. E não danifique nem arranque plantas, matos e flores. Sempre que for colher uma erva ou planta, peça licença aos elementais e à mãe natureza. Algumas das fadas: AGUANE – Fada que possui forma e medida humanas, com aspecto sedutor. Possui uma longa cabeleira, doce voz e grandes seios. Só é visível às sextas-feiras e junto aos rios, já que elege esse dia para em suas margens colocar sua roupa para secar. Ela é considerada a defensora da natureza e pode voltar-se contra aqueles que contaminam as águas onde vive. AINE – Fada que habita, com sua irmã Fenne, as margens do Lago Gur de Gales. É uma mulher muito bela, de longos cabelos dourados que se penteia junto à margem com um pente de ouro. Fada muito poderosa, cujos símbolos mágicos são: "A égua vermelha", plantações férteis, o gado e o ganso selvagem. Ritual: para chamá-la, bata três vezes com flores brancas no tronco de uma árvore. ANNA – É uma fada-rainha dos ciganos húngaros. Ela é descrita como uma mulher muito bela, de escuros olhos e pele negra. Habita um recôndito e oculto castelo, onde guarda grandes riquezas. Essa fada nos presenteia com muita prosperidade e sucesso profissional. ANJANA – É a fada que personifica a bondade. Possui um rosto belo e atrativo, com longos e muito finos cabelos claros e de pele branca. Mede entre cinquenta até cento e sessenta centímetros de altura. Aparece vestindo uma túnica comprida na cor branca, usa sandálias e geralmente leva em uma de suas mãos um bastão colorido, com propriedades mágicas. ARGAY – Tem o poder de emitir vibrações de sucesso e autoconfiança. Pode ser invocada para nos livrar de pensamentos negativos, para nos ajudar a sair da depressão e para termos uma visão da vida mais clara e mais otimista. ARIL – Impera sobre os ventos portadores de novidades. A graça e a leveza de Aril favorece as relações eficazes e duradouras. Os protegidos dessa fada sabem o que fazer para alcançar os seus propósitos, já que Aril os dota de poderes para desenvolver a inteligência e a capacidade de expressão.

ORAÇÃO DAS FADAS: Espírito de sabedoria, cujo sopro dá e retorna a forma de todas as coisas; tu, diante de quem a vida dos seres é uma sombra que muda e um vapor que passa; tu que sobes às nuvens e que caminhas nas asas dos ventos; tu que expiras, e os espaços sem fim são povoados; tu, que aspiras, e tudo o que de ti vem a ti volta: movimento sem fim na estabilidade eterna, sê eternamente bendito. Nós te louvamos e te bendizemos no império móvel da luz criada, das sombras, dos reflexos e das imagens, e aspiramos incessantemente à tua imutável e imperecível claridade. Deixa penetrar até nós o raio da tua inteligência e o calor do teu amor: então o que é móvel ficará fixo, a sombra será um corpo, o espírito do ar será uma alma, o sonho será um pensamento. E nós não seremos mais arrastados pela tempestade, porém seguraremos as rédeas dos cavalos alados da manhã e dirigiremos o curso dos ventos da tarde, para voarmos diante de ti. Oh espírito dos espíritos, Oh alma eterna das almas, Oh sopro imperecível de vida, Oh suspiro criador, Oh boca que aspiras e expiras a existência de todos os entes, no fluxo e refluxo da tua eterna palavra, que é o oceano divino do movimento da verdade.

O perfume suave e doce das pétalas de rosas atrae as fadas. Pense em um desejo, faça um pedido!

Espalhe as pétalas pelo chão, dance e cante como um sussurro o seu pedido... As fadas irão abençoar o seu desejo, se for para o seu bem e o bem de todos os envolvidos.

Que assim seja!




(Mai/2014) - Maio – mês de santa sarah kali


Religião do povo cigano e santa Sarah Kali

Os ciganos não têm uma religião própria e especial; geralmente adotam a crença do país em que vivem, fazendo somente os seus ritos externos. As crenças dos ciganos são caracterizadas por um sobressalto intuitivo, numa lógica toda particular. Eles creem mais do que pensam. Apesar de não terem uma religião própria e acreditarem em reencarnação, o sobrenatural dos ciganos é composto por uma força maléfica (Beng) e uma benéfica (Del ou Dével) que se contrapõem no universo, além de Jesus Cristo e uma série grande de entidades naturais (gnomos, duendes, ondinas…). Porém, normalmente, para evitar preconceitos e situações conflitantes, costumam “adaptar-se” à religião do país que os acolhe. No Brasil, existem ciganos espíritas, católicos, kardecistas e até evangélicos.

Em suas Slavas (comemorações religiosas), os ciganos comemoram com muito fervor os Santos do Panteão Cristão. A mais famosa é a de São Jorge, no dia 23 de abril.

Alguns deles, procedentes da Espanha e Portugal, cultuam a Virgem Dolorosa de Macarena (Santa Macarena), no mês de julho. No Brasil, em sua maioria, os ciganos cultuam Nossa Senhora Aparecida. E pelo mundo, Santa Sarah Kali, que merece destaque, a virgem negra de origem hindu (Kali). Santa Sarah é a única santa cigana canonizada no mundo. Segundo a lenda, na iconografia cristã, Sarah seria a serva que teria acompanhado as três Marias: Jacobina, Salomé, e Madalena, juntamente com José de Arimatéia, numa pequena barca, transportando o Santo Graal (cálice sagrado) para a antiga Bretanha. Diz o mito que a barca teria perdido o rumo durante o trajeto e atracado no porto de Camargue, às margens do Mediterrâneo, ficando conhecido como “Saintes Maries de La Mer”. Este local é muito visitado pelos ciganos de todo o mundo, principalmente nos dias de celebração de Santa Sarah Kalí, em 24 e 25 de maio, com noites de vigília e oração, além das tradicionais danças e músicas. A origem do culto de Santa Sara permanece um mistério e foi provavelmente na primeira metade do século XIX que os boêmios criaram o hábito da grande peregrinação anual à Camargue.

Oração a Santa Sarah Kali

Santa Sarah, divina e poderosa protetora do povo cigano. Tu que és a única Santa Cigana do mundo e que sofreste todas as formas de humilhação e preconceitos, venha em nosso auxílio. Salve Santa Sarah pelo Sol, pela Lua, pelas estrelas; Rainha das forças sagradas da natureza, com seus mistérios esteja sempre presente em nossa vida. Nós, ciganos, filhos dos ventos e astros, rogamos que estejas sempre ao nosso lado e nos cubra com teu manto sagrado protetor. Santa Sarah, ilumina a estrada da nossa vida, trazendo a paz, saúde, prosperidade, alegrias e a felicidade. Afaste toda e qualquer
negatividade e nos dê equilíbrio, sabedoria e paciência. Santa Sarah protetora do povo cigano, nos
abençoe e nos ilumine ontem, hoje, amanhã e sempre. Assim seja.




(Abr/2014) - Animais de poder


O Animal de Poder é uma manifestação de Forças Interiores que atua como Guia ou Mentor, uma energia, uma forma que representa nossa personalidade ou comportamento (Espírito Animal / Totem). Ele aparece para chancelar o que estamos vivendo no momento, ou para alertar sobre a mudança necessária que devemos realizar em nossas vidas. Cada pessoa pode ter afinidade com um ou mais animais de poder, sendo que cada um está ligado a aspectos diferentes:- ABELHA: comunicação, trabalho árduo com harmonia, néctar da vida, organização. Expressa a necessidade de melhorar sua comunicação com o plano sutil, com a riqueza material, com a fartura. É preciso procurar mais as coisas do espírito, deixando um pouquinho a sua maneira obsessiva de organização; ÁGUIA: a iluminação, a visão interior, invocada para poderes xamânicos, coragem, elevação do espírito a grandes alturas; é o símbolo do espírito. A águia nos ajuda a ver a vida num contexto mais amplo, permitindo-nos tomar decisões e definir metas com clareza e objetividade; BALEIA: as baleias carregam todos os registros da Mãe Terra e da Mãe Água. Pede para se preocupar mais com o interno do que com o externo. Ela emite sons que equilibram o corpo emocional; simboliza origens; BEIJA-FLOR: os beija-flores parecem ter a vibração mais alta e suave da Natureza. São as únicas aves que voam em qualquer direção, para cima, para baixo, para trás e para os lados. Devido à rapidez com que batem as asas, parecem aos nossos olhos estar completamente imóveis no ar. O beija-flor nos estimula a encontrar a doçura e a alegria de cada situação; BORBOLETA: a borboleta nos ensina a perceber todas as etapas necessárias a uma verdadeira transformação, interna ou externa; BÚFALO: os xamãs e índios norte-americanos chamam-no de totanka; considerado como guardião dos segredos, sabedoria ancestral, tolerante, procura a paz e defende sua prole; CABRA: nutrição do corpo e da alma, sabedoria para achar seu alimento corporal e espiritual. Pare de ficar dando cabeçadas nas pedras ou paredes, pois são duras. A cabra ensina que você pode despertar sua mente, com exercícios de respiração e meditação. Determinação para atingir o topo da montanha, brincadeiras; CACHORRO: a primeira coisa que nos vem à mente ao ver um cachorro é o que ele melhor simboliza: a lealdade. E isso nos faz pensar em como estamos fluindo na vida nesse aspecto; CAPIVARA: o mesmo que o javali, porém com manias de perseguição. Trabalhe o medo, parando de levar sustos por quaisquer coisinhas ou barulhinhos no seu ambiente; CARNEIRO: pare de confiar nos outros e fique mais atento, olhe para os lados e tente diagnosticar os perigos, antes que caia nas armadilhas dos lobos. Pureza, inocência, mansidão, o carneiro ajuda a levar ao encontro dos sonhos; SERPENTE: a cobra sabe que terá de trocar de pele e se deixar transmutar, aceitando o que lhe acontece de novo. Simplesmente vamos mudando, assimilando idéias e inspirações. Quando notamos, não somos mais os mesmos. A serpente traz a força para nos adaptarmos a novas mudanças de vida. A força da medicina da cobra e a força da criação englobam a sexualidade, a energia psíquica, a alquimia, a reprodução e a imortalidade. Regeneração, sabedoria, sensualidade, cura e psiquismo. Amplie as formas de se comunicar com a Essência da Criação, através de vivências específicas. Conecte-se, agora! Sinta!




(Mar/2014) - Ano novo astrológico: começou a nova fase de mudanças aceleradas


Na Astrologia, o ano novo começa para valer com o ingresso do Sol no signo de Áries, quando acontece o equinócio. O Sol recomeça sua volta no zodíaco a partir do primeiro signo, que traz os inícios e as iniciativas, e então o ano novo começa de verdade. O povo brasileiro sabe bem disso e por isso aqui se diz que o ano só começa depois do carnaval. Este ano, que para muitos é um ano decisivo, de mudanças e transformações, começa em ritmo acelerado, pedindo providências e atitudes, de modo que não só não devemos deixar passar as boas oportunidades, como também devemos contribuir para a criação das mesmas. Júpiter, planeta regente de 2014, entrará em cena, entre os dias 20 e 21 de março, e o mapa desse momento serve como referência para entendermos as tendências que se apresentam para os próximos doze meses. O ano de 2014 estará regido por Júpiter, o que constitui um grande alivio, sinal que as coisas acontecerão de forma rápida, favorecendo o crescimento em todos os planos. O mundo financeiro ficará mais assentado. A produtividade voltará ao foco. A palavra chave do ano é creia em si, creia na própria capacidade.

Considerado o grande benfeitor do Universo e o planeta da prosperidade e da fartura, Júpiter aponta para um ano mais alegre, porém sem deixar de lado os bons princípios morais e éticos. Segundo as previsões, em 2014 a compreensão e o entendimento entre as pessoas estão mais perto de serem alcançados e haverá maior preocupação com a ordem, moralidade, justiça e o conhecimento. Júpiter proporciona um grande passo a para a evolução, seja ela material ou espiritual. É tempo de voar alto e buscar novos horizontes, mas sem deixar de lado os alicerces.

Pelo lado da Numerologia, 2014 recebe a energia do número 7 (2+0+1+4=7), que representa a busca pela sabedoria e autoconhecimento. A vontade de evoluir, juntamente com a necessidade de liberdade, também estará presente. Indica, ainda, que será um ano de mudanças e inquietação, pendendo muito para o lado espiritual.

No Tarô, 2014 simboliza a carta do Carro, que indica ação, movimento. Está ligado ao progresso e à determinação. Indica que as viagens estarão em alta este ano. Programadas ou inesperadas, de passeio ou trabalho e, especialmente, as viagens terrestres. Será um bom ano para comprar, trocar ou fazer negociações com qualquer tipo de veículos, especialmente carros.

A Astrologia Chinesa diz que 2014, ano do cavalo verde de madeira, que começa no dia 11 de fevereiro, será bem diferente dos últimos anos. Promete muito movimento, entusiasmo, energia, poder e velocidade. Um período de progresso, principalmente para quem luta e não se intimida com as dificuldades. Para os orientais, no ano do cavalo, a Natureza, mais do que nunca, deve ser respeitada e valorizada. O ideal seria estar em contato direto com ela, mas como isso nem sempre é possível, estão valendo os passeios a parques, praia ou campo. E para fazer circular as boas energias, vale cultivar um jardim, uma horta ou simplesmente ter plantas dentro de casa. Vegetais, folhas verdes, frutas e alimentos naturais devem estar presentes no cardápio, para melhorar a saúde, que merece atenção especial durante neste ano. Mas, para que haja qualquer mudança no planeta, é preciso que ela aconteça, em primeiro lugar, com cada um de nós. E mudar significa: - abrir mão de velhos conceitos e preconceitos; - estar aberto e disponível para receber o novo; - desarmar os espíritos; - ver além das aparências; - assumir responsabilidades e, principalmente, saber que o mês, o ano, a vida são feitos de dias e que cada dia pode ser um novo começo.

PREPARE-SE PARA A NOVA FASE

Purificação da negatividade e limpeza astral – Esquente uma quantidade de água suficiente para cobrir seus pés, quase no ponto de fervura. Despeje a água num recipiente adequado (pode ser uma bacia ou um balde) e espere a temperatura ficar suportável. Pingue sete gotas de óleo essencial de Eucalipto ou, se preferir, de essência de Eucalipto. Mergulhe seus pés na água e fique refletindo em silêncio por alguns minutos, dando adeus a tudo de ruim e agradecendo as lições que os obstáculos puderam te ensinar. Procure libertar-se de mágoas, raiva e rancor. Quando sentir que já ficou tempo suficiente, seque os pés numa toalha e despeje a água no jardim ou em água corrente. Este banho irá purificar as energias negativas, limpar sua aura e amenizar o cansaço.

Banho de amor – Pingue três gotas de essência de rosas e três de essência de jasmim. Agradeça por todo o amor que tem em sua vida. Não só o amor de seu par, mas também o amor de seus pais, filhos, irmãos, amigos, família e, principalmente, o amor-próprio. Caso esteja só, mentalize o amor que você quer encontrar e peça que ele chegue em sua vida. Despeje esse banho mentalizando muito amor, paixão, união, harmonia e tudo o que quiser para você em 2014.




(Jan-Fev/2014) - Previsões do horóscopo chinês para 2014


Segundo o horóscopo chinês, 2014 é um ano regido pelo Cavalo. A partir de fevereiro, é tempo de avanços significativos nas artes, na política internacional, na mídia, na tecnologia e na medicina, pois os anos regidos pelo Cavalo favorecem a ação. Este será o tipo de ano em que devemos dar aquele passo a mais em direção às nossas metas, e alguns signos chineses se darão melhor que outros, mas todos podem se favorecer desse período de ação, com recompensas à força de vontade. Rato – Um ano mediano. Atitudes arriscadas podem acabar saindo pela culatra e, embora os Ratos gostem de estar na linha de frente dos acontecimentos, eles terão que estar atentos às condições existentes e não devem ter pressa. Uma área que exigirá muita atenção são as relações com as pessoas. Os Ratos que estiverem vivendo um relacionamento romântico, ou que estiverem procurando um, terão de tomar um cuidado especial com os sentimentos dos outros e não achar que sabem de tudo. No trabalho, terão muitas chances de aproveitar seus pontos fortes e impressionar os outros. Nos momentos de pressão ou de dificuldade, sua capacidade de enfrentar os problemas (ou de driblá-los) será muito valorizada. – Búfalo (Boi) – Ano de muitos acontecimentos. As coisas podem mudar rapidamente e, para tirar proveito disso, terão de agir rapidamente e estar prontos para se adaptar. Se não fizerem isso, podem ficar para trás ou perder alguma das belas oportunidades que irão surgir. Não é hora de ficar para trás e os Búfalos acabarão se adaptando conforme o necessário. Paciência, porque pode ser que alguns dos planos, especialmente na vida doméstica, tenham que ser adiados para um momento menos agitado. – Tigre – Ano muito favorável. Este signo adora atividade e, como é versátil e empreendedor, tem tudo para aproveitar ao máximo as oportunidades que este ano acelerado irá trazer. No trabalho, o Tigre terá mais chances de empregar seus talentos e fazer uso das habilidades que aprimorou recentemente. Para os solteiros, os assuntos do coração serão magnificamente favorecidos, com os romances já existentes se tornando mais importantes, ou gente que ele encontrar se tornando especial rapidamente. A vida do Tigre também será favorável e, durante o ano, pode haver bons motivos para comemorar. – Coelho – As relações do Coelho com as outras pessoas estão particularmente favorecidas e ele terá a chance de conhecer muita gente nova este ano. Para os que estiverem sozinhos, talvez até por terem se mudado para uma cidade nova, e que gostariam de encontrar um companheiro, o ano do Cavalo pode melhorar essa situação. Este é um ano que favorece as atividades em conjunto, e a natureza atenciosa do Coelho pode ser um fator importante na vida no lar. – Dragão – No geral, esse pode ser um ano bastante bom, embora tendo o cuidado de não passar dos limites ou correr riscos demais. No trabalho, mudanças na equipe podem levar à abertura de novas vagas, e muitos Dragões terão oportunidade de assumir mais responsabilidades. Como é extrovertido, o Dragão vai aproveitar ao máximo as ocasiões sociais deste ano e, para quem gosta de festa e da vida social, essa pode ser uma época movimentada. Para quem estiver solteiro, as possibilidades românticas serão excelentes, mesmo que nem sempre as circunstâncias venham facilitar as coisas. – Serpente – As coisas acontecem depressa nos anos do Cavalo e, às vezes, a Serpente vai se sentir sob pressão e pouco à vontade com o ritmo dos acontecimentos. No trabalho, a Serpente deve fazer progressos bastante bons, embora tenha que se manter alerta. Serpentes que estejam ansiosas por uma mudança ou que estejam procurando emprego terão que agir rápido quando a oportunidade se apresentar. Para quem estiver no meio de um romance ou deseja começar um este ano, é necessário tomar cuidados, porque uma pequena diferença de opinião ou uma preocupação excessiva com o outro lado pode acabar gerando problemas. – Cavalo – O ano do Cavalo tem o potencial de ser absolutamente brilhante para o próprio Cavalo, mas também poderá ser um verdadeiro desastre. Os Cavalos precisam ter o cuidado de não exagerar na dose e forçar demais a própria sorte ou a boa vontade dos outros. No trabalho, muitos estarão bem posicionados para ganhar uma promoção. O ano trará boas perspectivas financeiras, mas, se o Cavalo não tomar cuidado, tudo pode ir por água abaixo. O fato é que, em 2014, muita coisa estará nas mãos do próprio Cavalo. Com sua índole atenta e aventureira ele deve, se possível, separar algum dinheiro para viajar. As perspectivas românticas também estão positivas, mas é bom que os Cavalos tenham um pouco de paciência e deixem o relacionamento se desenvolver gradativamente. – Cabra (Carneiro) – Ano de grande potencial. Os nativos deste signo, irão adorar as oportunidades que aparecerão e, terão uma vida pessoal muito agradável. No trabalho, muitos verão que sua formação e experiências vão ajudar em seus objetivos. Os romances recebem aspectos favoráveis e algumas Cabras que estiverem num relacionamento novo vão querer morar junto ou até mesmo se casar, enquanto as que estiverem começando o ano solteiras poderão conhecer alguém que logo vai se tornar especial. – Macaco – O Macaco vai receber de braços abertos a vitalidade e a energia que caracterizam o ano do Cavalo. Contudo, apesar de tudo estar pronto para correr a seu favor, ele terá de tomar cuidado para não exigir demais de si mesmo, nem forçar demais a própria sorte. Os aspectos são particularmente estimulantes para as perspectivas profissionais. Se possível, o Macaco deve procurar tirar férias com os entes queridos este ano. Passar um tempo longe da agenda corrida fará bem a todos os envolvidos. – Galo – Será um excelente momento para estipular seus planos. Na vida profissional, os Galos que já estiverem estabelecidos numa determinada carreira perceberão que seus conhecimentos poderão deixá-los muito bem posicionados numa promoção. O ciúme, as desavenças e um choque de personalidades podem acabar vindo à tona e gerar ansiedade. Um romance terá de ser muito bem cuidado, se o desejo for fortalecê-lo. – Cão – Como o cão aprendeu muito nos últimos anos, poderá usar toda essa experiência para progredir bastante. Para começar o ano com o pé direito pense nos objetivos para 2014. No trabalho, o ano favorece os que trabalham duro. A maioria vai continuar com o atual empregador e aumentar sua experiência. As viagens serão favorecidas e o Cão deve tentar tirar férias este ano. O Cão é famoso pela lealdade e por pensar nos outros e verá a atividade social ganhar espaço este ano. Para os que estiverem solteiros, as possibilidades de um romance são excelentes. – Javali (Porco) – A sorte do Javali tem tudo para aumentar bastante. Não só muitos nativos deste signo vão se sentir mais determinados e otimistas com o futuro, como também irão se beneficiar de algumas das oportunidades que o ano irá trazer. As perspectivas profissionais do Javali estão particularmente promissoras. Como ele é astuto, costuma ter um cérebro afiado para os negócios e trabalha duro, ficará ansioso procurando oportunidades para se aperfeiçoar e fazer a carreira avançar. A vida social do Javali será favorecida . Para os solteiros, este pode ser um ano estimulante com possibilidades excelentes para um romance. Para alguns, um encontro fortuito poderá levar a uma gloriosa relação de amor.




(Dez/2013) - E que venha 2014... Um ano do bem sobre o mal


O ano de 2014 será regido por dois fortes Orixás: Xangô e Iansã, casal do fogo, do calor... Será um ano em que irá prevalecer a justiça, a boa conduta, a fé.

Em 2014, será importante rever nossas práticas, buscarmos ser pessoas mais justas, honestas e íntegras. Será fundamental mudarmos conceitos e nos entregarmos com fé às boas batalhas. Ano bom para o amor, para grandes paixões.

Ano de Júpiter, regente do signo de Sagitário e que na mitologia está relacionado a Zeus, pai de deuses e homens, distribuidor de riquezas. Júpiter trará sorte, expansão, boas chances e oportunidades, assim como, atitude positiva e otimista diante da vida.

Um ano onde a tendência natural é a expansão em todos os sentidos. Enquanto Saturno nos limitou em 2013, colocando obstáculos em nosso caminho, para que pudéssemos aprender e ganhar maturidade emocional, Júpiter, no ano que vem, vai nos proporcionar o crescimento e desenvolvimento de crenças e objetivos pessoais.

Ano com energia do número sete, um número místico por natureza, sagrado e ligado à mediunidade, intuição, meditação. Portanto, 2014 promete ser o ano para avaliar melhor como lidamos com nossa espiritualidade, o ano da grande evolução, um ano para aprender grandes lições de vida.

No Tarô, o sete está representado pela carta do CARRO, arcano da vitória, do triunfo, da chegada, a recepção do herói depois da batalha, um ano que promete muitas bênçãos.

Pelo horóscopo chinês, será o ano do Cavalo. Um ano bom para quase tudo, mas nem pense em praticar o mal, pois Xangô é o senhor da justiça.

Na força de Xangô (Rei), o cavalo representa o sentido de chefia, de força, e Iansã (senhora dos ventos) levará as coisas ruins com o vento, atacará os inimigos com seus raios e trará a calmaria com a brisa das conquistas.

Velas na cor verde atrairão a força do planeta Júpiter, abrindo nossos caminhos para o equilíbrio perfeito, de mente, corpo e espírito. Incenso de cravo atrairá força para um ano de realizações.

Para a entrada do ano, a cor que prevalecerá será em tons corais, com o brilho do cobre.

Previsões para os signos:

Áries – Plante no primeiro semestre, para colher no segundo. Reconhecimento e possibilidade de ganhos materiais; Touro – Administre o lado financeiro e evite dívidas. Novidades no final do segundo semestre; Gêmeos – Ano de ganhos materiais. Caminhe e faça exercícios; Câncer – Ano de colheita, criação e renovação. Tenha uma boa alimentação e faça exercícios físicos; Leão – Ano de renovação familiar, de novos desafios. Evite o álcool e a gordura; Virgem – Caminhos abertos para renovação, construção e estabilidade. Ano de melhoras financeiras; Libra – Poderá obter ganhos em negócios familiares. Mantenha uma alimentação saudável e faça atividades físicas; Escorpião – Termine o que começou e persista em seus objetivos. Aceite as pessoas como elas são. Ano de novas oportunidades; Sagitário – Ideal para novos investimentos. Medite antes de tomar uma atitude. Cuide do físico; Capricórnio - Ano de renovação com um grande objetivo realizado. Novidades familiares à vista; Aquário – O melhor talvez dos últimos tempos... Novos rumos e horizontes, realizações de sonhos. Bom para dietas alimentares; Peixes – Ano de aprendizado, renovações de atitudes e conceitos. Novidades familiares. Exercícios físicos trarão a você mais disposição.

Que nossa fé se renove, e Xangô e Iansã nos abençoem.

Um feliz 2014, repleto de luzes e energias positivas...





sítio bistrô esperança
samy schuh motorcycles
natura_reka.jpg
ipiranga_160_160.jpg
sociedade educacional ramos pinto

© 2019 by Reka Moraes Art Design.

Adriana Mello  Coluna Zen

Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes e Vargem Grande - RJ    jornal@tipocarioca.com.br   Tel: 55 (21) 2490-0328 / 99124-0185